O juiz fe­de­ral Sér­gio Mo­ro dis­se que o uso de al­ge­mas nas mãos e nos pés de in­ves­ti­ga­dos na Ope­ra­ção La­va Ja­to não de­ve­rá se re­pe­tir. O en­ten­di­men­to do juiz es­tá em um pe­di­do de in­for­ma­ções as­si­na­do no dia 26 de ja­nei­ro e en­vi­a­do à se­gun­da ins­tân­cia da Jus­ti­ça Fe­de­ral, que de­ve­rá jul­gar um ha­be­as cor­pus pro­to­co­la­do pe­la de­fe­sa do ex-​governador do Rio de Ja­nei­ro Sér­gio Ca­bral.

Agên­cia Se­na­do


Moro cobrou satisfação da PF pelo uso de algemas nas mãos e pés de Cabral

Há du­as se­ma­nas, a Po­lí­cia Fe­de­ral (PF) usou al­ge­mas nas mãos e nos pés de Ca­bral du­ran­te a trans­fe­rên­cia de­le de um pre­sí­dio no Rio de Ja­nei­ro pa­ra o Com­ple­xo Médico-​Penal de Pi­nhais, na re­gião me­tro­po­li­ta­na de Cu­ri­ti­ba. Após a trans­fe­rên­cia, Mo­ro co­brou ex­pli­ca­ções da PF, e a cor­po­ra­ção in­for­mou que a me­di­da foi ne­ces­sá­ria pa­ra ga­ran­tir a se­gu­ran­ça da ope­ra­ção.

Ao en­vi­ar as in­for­ma­ções à se­gun­da ins­tân­cia, Mo­ro dis­se que foi re­co­men­da­do à PF o cum­pri­men­to da de­ci­são do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) que im­pe­de o uso de al­ge­mas sem ne­ces­si­da­de. “En­tão, pa­re­ce bas­tan­te im­pro­vá­vel que epi­só­dio equi­va­len­te se re­pi­ta, sal­vo tal­vez em cir­cuns­tân­ci­as mui­to ex­cep­ci­o­nais”, afir­mou o juiz no do­cu­men­to.

Ao trans­fe­rir Sér­gio Ca­bral pa­ra Cu­ri­ti­ba, Mo­ro aten­deu a pe­di­do do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral (MPF), di­an­te da cons­ta­ta­ção de re­ga­li­as ao ex-​governador em um pre­sí­dio no Rio de Ja­nei­ro. Após che­gar a Cu­ri­ti­ba, Ca­bral foi trans­por­ta­do com al­ge­mas nas mãos e nos pés, e na par­te tra­sei­ra da vi­a­tu­ra da PF. Além dis­so, as al­ge­mas das mãos es­ta­vam pre­sas a um cin­to, im­pe­din­do a li­vre mo­vi­men­ta­ção dos bra­ços. O ex-​governador é réu em 20 pro­ces­sos e es­tá pre­so pre­ven­ti­va­men­te por acu­sa­ções de cor­rup­ção.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,