O can­di­da­to a pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro (PSL) anun­ci­ou nes­ta quarta-​feira (10) que vai in­cluir em seu pla­no de go­ver­no a pro­pos­ta de ins­ti­tuir um 13º sa­lá­rio pa­ra os be­ne­fi­ciá­ri­os do pro­gra­ma Bol­sa Fa­mí­lia. An­tes crí­ti­co do pro­gra­ma so­ci­al, Bol­so­na­ro ago­ra diz que aca­bar com o be­ne­fí­cio se­ria um “ato de de­su­ma­ni­da­de”.

Reprodução/​Youtube


Bolsonaro gravou o vídeo ao lado de dois deputados federais recém-eleitos pelo PSL

Em ví­deo gra­va­do ao la­do de dois de­pu­ta­dos recém-​eleitos pe­lo PSL, Bol­so­na­ro con­ta que a su­ges­tão foi fei­ta pe­lo seu vi­ce, o ge­ne­ral Ha­mil­ton Mou­rão (PRTB), que há pou­cas se­ma­nas cha­mou de “ja­bu­ti­ca­ba” o 13º sa­lá­rio. Se­gun­do ele, a pro­pos­ta foi acei­ta por seu gu­ru econô­mi­co, o eco­no­mis­ta Pau­lo Gue­des, já anun­ci­a­do co­mo mi­nis­tro da Fa­zen­da de um even­tu­al go­ver­no Bol­so­na­ro.

“Fui con­sul­ta­do, con­sul­tei os dois aqui do la­do, to­do mun­do deu si­nal ver­de. En­tão en­tra no nos­so pla­no de go­ver­no o 13º sa­lá­rio pa­ra quem ga­nha Bol­sa Fa­mí­lia. Es­sa des­pe­sa a mais va­mos ti­rar da frau­de, com­ba­ten­do a frau­de des­se pro­gra­ma que, pa­ra mui­ta gen­te, é es­sen­ci­al. Fa­lar em ti­rar o Bol­sa Fa­mí­lia é ato de de­su­ma­ni­da­de. Mui­to pe­lo con­trá­rio, va­mos for­ta­le­cer e dar pra quem ne­ces­si­ta. Nor­des­te aque­le abra­ço, mui­to obri­ga­do”, de­cla­rou o can­di­da­to.

Bolsonaro promete em vídeo 13º para o Bolsa Família

Com a pro­pos­ta, Bol­so­na­ro mi­ra os elei­to­res do Nor­des­te, úni­ca re­gião em que foi der­ro­ta­do por Fer­nan­do Had­dad (PT) no pri­mei­ro tur­no. Re­gião que reú­ne tam­bém o mai­or nú­me­ro de be­ne­fi­ciá­ri­os do pro­gra­ma so­ci­al. Em agos­to do ano pas­sa­do, du­ran­te vi­si­ta à Fes­ta do Peão em Bar­re­tos (SP), o de­pu­ta­do dis­se que pro­me­ter am­pli­ar o pro­gra­ma de trans­fe­rên­cia de ren­da era uma “de­ma­go­gia”. “Pa­ra ser can­di­da­to a pre­si­den­te tem de fa­lar que vai am­pli­ar o Bol­sa Fa­mí­lia, en­tão vo­te em ou­tro can­di­da­to. Não vou par­tir pa­ra a de­ma­go­gia e agra­dar quem quer que se­ja pa­ra bus­car vo­to”, afir­mou.

"Mentira"

Em 2012, em en­tre­vis­ta à Re­cord News, Bol­so­na­ro cha­mou o Bol­sa Fa­mí­lia de “men­ti­ra”. “O Bol­sa Fa­mí­lia é uma men­ti­ra, vo­cê não con­se­gue uma pes­soa no Nor­des­te pa­ra tra­ba­lhar na sua ca­sa. Por­que se for tra­ba­lhar, per­de o Bol­sa Fa­mí­lia”, afir­mou.

O be­ne­fí­cio é con­ce­di­do a fa­mí­li­as com ren­da men­sal por pes­soa de até R$ 89, além da­que­las com ren­da fa­mi­li­ar de até R$ 178 per ca­pi­ta e que te­nham ges­tan­tes, cri­an­ças ou ado­les­cen­tes. O pro­gra­ma, que aten­de 13,7 mi­lhões de fa­mí­li­as, cus­tou ao go­ver­no fe­de­ral, em se­tem­bro, R$ 2,5 bi­lhões. O va­lor mé­dio pa­go é de R$ 188,78.

"Jabuticaba"

No mês pas­sa­do o vi­ce de Bol­so­na­ro cri­ti­cou o di­rei­to a fé­ri­as e o pa­ga­men­to de 13º sa­lá­rio a tra­ba­lha­do­res. Após a re­per­cus­são do epi­só­dio, o pre­si­den­ciá­vel de­sau­to­ri­zou o vi­ce pe­lo Twit­ter e afir­mou que, ao cri­ti­car o 13º, o ge­ne­ral Ha­mil­ton Mou­rão faz “uma ofen­sa a quem tra­ba­lha” e “con­fes­sa des­co­nhe­cer a Cons­ti­tui­ção”.

Pa­ra Mou­rão, os di­rei­tos pre­vis­tos aos tra­ba­lha­do­res são “ja­bu­ti­ca­bas” - ou se­ja, só ocor­rem no Bra­sil - e “mo­chi­la nas cos­tas de to­do em­pre­sá­rio”. “E te­mos al­gu­mas ja­bu­ti­ca­bas que a gen­te sa­be que é uma mo­chi­la nas cos­tas de to­do em­pre­sá­rio” (sic), diz Mou­rão, que pros­se­gue ci­tan­do o 13º sa­lá­rio co­mo uma das “ja­bu­ti­ca­bas”.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,