O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, voltou a chamar o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, para o debate. Em resposta, o deputado escreveu: “Senhor Andrade, quem conversa com poste é bêbado”. A troca de mensagens foi feita por meio das respectivas contas no Twitter.

Família Bolsonaro/Ricardo Stuckert


Os candidatos à Presidência Jair Bolsonaro (PSL e Fernando Haddad (PT): debate, só no Twitter

Primeiro, Bolsonaro atacou pela rede social o adversário, chamando-o de “fantoche de corrupto” e criticando o PT. “Essa história de o fantoche de corrupto admitir erros do seu partido é para boi dormir. A corrupção nos governos Lula/Dilma não era caso isolado, era regra para governar. Por isso estão presos presidente, tesoureiros, ministros, marqueteiros etc., além de tantos outros investigados”, afirmou.

Haddad respondeu no próprio tuíte de Bolsonaro, chamando o candidato ao debate. “Tuitar e fazer live é fácil, deputado. Vamos debater frente a frente, com educação, em uma enfermaria se precisar. O povo quer ver você aparecer na entrevista de emprego”, disse o petista.

Na mesma sequência de tuítes, o candidato do PSL responde a Haddad. “Senhor Andrade, quem conversa com poste é bêbado. Existe um que está preso por corrupção e você vai toda semana na cadeia visita-lo intimamente além de receber ordens! Cuidado que pelo desenrolar das notícias reveladas você pode ser o próximo!”

Bolsonaro não participou de nenhum debate com Haddad, desde que o ex-prefeito de São Paulo assumiu a candidatura petista à Presidência. O candidato do PSL tem ficado fora dos debates por orientação médica. O militar se recupera de ataque a faca do qual foi vítima no início de setembro.

Mas o próprio Bolsonaro admitiu, na última quinta-feira (11), que pode faltar aos debates por uma questão estratégica. Mesmo sem participar dos encontros, o candidato não deixou de gravar entrevistas e participar de outros eventos de campanha.

Fonte: Congresso em Foco

,