A palavra do momento é “reinventar”

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018 09:00 Fala Presidente

Po­de até pa­re­cer ab­sur­do, mas os mo­men­tos de cri­se são ex­ce­len­tes opor­tu­ni­da­des pa­ra que pos­sa­mos nos rein­ven­tar. Tan­to no tra­ba­lho quan­to na vi­da pes­so­al, pre­ci­sa­mos ter no­vas idei­as, mu­dar há­bi­tos e ro­ti­nas, ser me­lhor do que já so­mos.

Nas cri­ses des­co­bri­mos ap­ti­dões, de­sen­vol­ve­mos ha­bi­li­da­des que nós mes­mos não sa­bía­mos que tí­nha­mos.

Não dei­xe que o es­tres­se te atra­pa­lhe, im­pe­din­do seu cres­ci­men­to e o po­der da cri­a­ti­vi­da­de. Há quem di­ga que “na­da es­tá tão ruim, que não pos­sa pi­o­rar”.

O cli­ma de apre­en­são, in­se­gu­ran­ça e des­con­fi­an­ça que o país es­tá pas­san­do nes­te mo­men­to, ti­ra das pes­so­as a ca­pa­ci­da­de de se de­sen­vol­ver, se­guir em fren­te e ven­cer to­das as bar­rei­ras. Man­te­nha o âni­mo e o oti­mis­mo, en­ca­re as coi­sas pe­lo la­do po­si­ti­vo e, com cer­te­za, vo­cê te­rá um des­fe­cho fa­vo­rá­vel.

É com es­se es­pi­ri­to de ven­cer to­das as di­fi­cul­da­des que nós do Sin­terc fi­na­li­za­mos mais um ano de tra­ba­lho com mui­ta es­pe­ran­ça que me­lho­res tem­pos vi­rão e que a ca­da dia cri­a­mos mais for­ça e von­ta­de de lu­tar por nos­sa ca­te­go­ria pro­fis­si­o­nal, por mais em­pre­go, me­lho­res con­di­ções nos lo­cais de tra­ba­lho e de vi­da dos tra­ba­lha­do­res e seus fa­mi­li­a­res.

Nes­se ano em que o sin­di­ca­to com­ple­tou 25 anos de fun­da­ção, con­se­gui­mos man­ter as con­ven­ções co­le­ti­vas in­tac­tas, ga­ran­tin­do a ma­nu­ten­ção de to­dos os be­ne­fí­ci­os e me­lho­ra­mos atra­vés da ne­go­ci­a­ção os im­pac­tos da re­for­ma tra­ba­lhis­ta, não per­mi­tin­do a pre­ca­ri­za­ção da mão de obra e a re­ti­ra­da dos di­rei­tos dos tra­ba­lha­do­res da nos­sa ca­te­go­ria pro­fis­si­o­nal.

De­se­ja­mos a to­dos um Fe­liz Na­tal e um prós­pe­ro Ano No­vo re­ple­to de saú­de e de mui­tas fe­li­ci­da­des. São os vo­tos da di­re­to­ria.

Wal­dir Apa­re­ci­do Avan­zo
Pre­si­den­te do Sin­terc