A Jus­ti­ça de Mi­nas Ge­rais já blo­que­ou, em du­as de­ci­sões, um to­tal de R$ 11 bi­lhões da mi­ne­ra­do­ra Va­le após o rom­pi­men­to da bar­ra­gem Mi­na do Fei­jão, em Bru­ma­di­nho (MG). Os pri­mei­ros R$ 5 bi­lhões ha­vi­am si­do blo­que­a­dos no úl­ti­mo sá­ba­do (26), pa­ra fins de re­pa­ro am­bi­en­tal, a pe­di­do do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co de Mi­nas Ge­rais (MPMG).

Divulgação/​MPMG


Primeiro bloqueio de R$ 5 bilhões foi para reparos ambientais e, o segundo, para atendimento às vítimas

Já nes­te do­min­go (27) ou­tra de­ci­são blo­que­ou mais R$ 5 bi­lhões, des­ta vez pa­ra ga­ran­tir a re­pa­ra­ção dos da­nos às pes­so­as atin­gi­das. Pe­la mes­ma fi­na­li­da­de, mais R$ 1 bi­lhão foi blo­que­a­do a pe­di­do do go­ver­no de Mi­nas Ge­rais. A juí­za Per­la Bri­to de­ter­mi­nou, ain­da, que a Va­le se res­pon­sa­bi­li­ze por aco­lhi­men­to e abri­ga­men­to das ví­ti­mas, as­sim co­mo de fa­mi­li­a­res de­las, trans­por­te de bens, pes­so­as e ani­mais, ali­men­ta­ção e for­ne­ci­men­to de água po­tá­vel “pe­lo tem­po que se fi­zer ne­ces­sá­rio”.

Além des­tes blo­quei­os, a Va­le foi mul­ta­da pe­lo Iba­ma em R$ 250 mi­lhões. As au­to­ri­da­des ha­vi­am con­fir­ma­do, até as 11h des­te do­min­go, 37 mor­tos na tra­gé­dia, dos quais oi­to fo­ram iden­ti­fi­ca­dos. A Va­le ain­da con­ta­bi­li­za 256 de­sa­pa­re­ci­dos. Ou­tras 192 pes­so­as fo­ram res­ga­ta­das com vi­da.

Buscas interrompidas

Res­pon­sá­vel pe­la bar­ra­gem, a Va­le in­for­mou ter aci­o­na­do as si­re­nes por vol­ta das 5h30, de­vi­do ao au­men­to dos ní­veis de água em ou­tra bar­ra­gem do com­ple­xo, a bar­ra­gem VI (a bar­ra­gem que co­lap­sou na úl­ti­ma sex­ta foi a bar­ra­gem I).

Por pre­cau­ção, os res­ga­tes fo­ram in­ter­rom­pi­dos e os bom­bei­ros aler­ta­ram os mo­ra­do­res da re­gião, que fo­ram le­va­dos pa­ra lo­cais se­gu­ros. Di­fe­ren­te­men­te da bar­ra­gem que se rom­peu na úl­ti­ma sex­ta (25), es­ta que ame­a­ça rom­per é de água, e não de re­jei­tos de mi­né­rio de fer­ro.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,