O pre­si­den­te da Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos, Ro­dri­go Maia, te­rá reu­nião com o mi­nis­tro da Eco­no­mia, Pau­lo Gue­des, nes­ta terça-​feira (5), às 15h, em Bra­sí­lia. Eles de­vem dis­cu­tir as pro­pos­tas de re­for­ma da Pre­vi­dên­cia e de ajus­te fis­cal.

Mar­cos Corrêa/​PR


Guedes deve se reunir nesta semana com várias autoridades para falar da reforma

Na úl­ti­ma se­gun­da (4), na pri­mei­ra ses­são do Con­gres­so Na­ci­o­nal, Maia afir­mou que se­rão pri­o­ri­tá­ri­os te­mas co­mo as re­for­mas da Pre­vi­dên­cia e tri­bu­tá­ria, a re­to­ma­da do cres­ci­men­to econô­mi­co, a re­du­ção da vi­o­lên­cia e o com­ba­te à cor­rup­ção.

Se­gun­do o par­la­men­tar, o cus­to de­fi­ci­tá­rio dos sis­te­mas pre­vi­den­ciá­ri­os es­ta­tais é um dos prin­ci­pais res­pon­sá­veis pe­lo de­se­qui­lí­brio nas con­tas pú­bli­cas – por ra­zões co­mo as mu­dan­ças no mer­ca­do de tra­ba­lho e o au­men­to da ex­pec­ta­ti­va de vi­da.

“A apro­va­ção da re­for­ma da Pre­vi­dên­cia cons­ti­tui­rá in­di­ca­dor se­gu­ro de que te­mos con­di­ções de pro­mo­ver tam­bém ou­tras mu­dan­ças des­ti­na­das a es­ti­mu­lar o nos­so de­sen­vol­vi­men­to. A re­a­li­da­de apon­ta pa­ra a ne­ces­si­da­de ine­xo­rá­vel da re­for­ma; podem-​se dis­cu­tir, en­tre­tan­to, ques­tões pon­tu­ais en­vol­vi­das na sua im­plan­ta­ção”, de­fen­deu Maia.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

, ,