O pre­si­den­te da Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos, Ro­dri­go Maia (DEM-​RJ), re­a­fir­mou nes­ta quarta-​feira (20) que es­pe­ra ver a PEC (Pro­pos­ta de Emen­da à Cons­ti­tui­ção) da re­for­ma da Pre­vi­dên­cia apro­va­da na Ca­sa ain­da nes­te se­mes­tre. Ape­sar de o go­ver­no vi­ver um mau mo­men­to na ar­ti­cu­la­ção com o Le­gis­la­ti­vo, que tem da­do mos­tras de não com­por uma ba­se for­mal com o PSL de Jair Bol­so­na­ro, Maia ne­gou que ha­ja um cli­ma ne­ga­ti­vo pa­ra a dis­cus­são do tex­to.

Pa­blo Valadares/​Agência Câ­ma­ra


Maia reitera que confia em aprovação neste semestre

“A vin­da do pre­si­den­te [que foi pes­so­al­men­te ao Con­gres­so en­tre­gar a pro­pos­ta] aju­da a co­me­çar a or­ga­ni­zar um am­bi­en­te de bom diá­lo­go en­tre a Câ­ma­ra e o go­ver­no”, dis­se o con­gres­sis­ta. Pa­ra Maia, a pres­são dos go­ver­na­do­res de­ve le­var a opo­si­ção a ser mais sen­sí­vel com a pro­pos­ta.

“Que­re­mos fa­zer um bom de­ba­te aqui e cons­truir uma mai­o­ria in­de­pen­den­te de par­ti­do, até por­que a gen­te sa­be que es­se é um te­ma ho­je que atin­ge o go­ver­no do Pi­auí, do PT, do PSB em Per­nam­bu­co, en­tão não é um te­ma mais do par­ti­do A ou do B, por­que to­dos so­frem com o mes­mo pro­ble­ma”, afir­mou.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,