O se­na­dor Ma­jor Olím­pio (PSL-​SP) apa­re­ceu “amor­da­ça­do” em fren­te à se­de do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) no iní­cio da tar­de des­ta quarta-​feira (17). Era uma ma­ni­fes­ta­ção de re­pú­dio ao inqué­ri­to que o tri­bu­nal con­duz pa­ra apu­rar ofen­sas aos mi­nis­tros da Cor­te, em es­pe­ci­al con­tra a de­ci­são do mi­nis­tro Ale­xan­dre de Mo­ra­es de cen­su­rar uma re­por­ta­gem dos si­tes Cru­soé e O An­ta­go­nis­ta que ci­ta­va o pre­si­den­te do STF, Di­as Tof­fo­li.

Divulgação/​Congresso em Fo­co


Para senador, inquérito do STF desrespeita a Constituição

“Uma for­ma de ma­ni­fes­ta­ção da de­mo­cra­cia é jus­ta­men­te a li­ber­da­de dos ór­gãos de im­pren­sa. É ló­gi­co que pe­lo que vo­cê es­cre­ve, pe­lo que vo­cê fa­la, vo­cê po­de ser res­pon­sa­bi­li­za­do. Mas nós te­mos a li­ber­da­de de im­pren­sa ga­ran­ti­da na Cons­ti­tui­ção, e o Su­pre­mo, co­mo guar­dião da Cons­ti­tui­ção, não po­de des­cum­prir”, dis­se o se­na­dor ao Con­gres­so em Fo­co.

Ma­jor Olím­pio afir­ma que con­ti­nu­a­rá sen­do fa­vo­rá­vel à Co­mis­são Par­la­men­tar de Inqué­ri­to (CPI) do Se­na­do, a cha­ma­da CPI La­va To­ga, que re­ce­beu um pa­re­cer con­trá­rio da Co­mis­são de Cons­ti­tui­ção e Jus­ti­ça (CCJ), mas ain­da se­rá ana­li­sa­da pe­lo ple­ná­rio da Ca­sa.

Um gru­po de se­na­do­res anun­ci­ou que vai pro­to­co­lar, após o fe­ri­a­do da Pás­coa, um pe­di­do de im­pe­a­ch­ment de Di­as Tof­fo­li e Ale­xan­dre de Mo­ra­es. Ma­jor Olím­pio afir­mou que ain­da não co­nhe­ce o con­teú­do des­te tex­to, mas que apoia um pro­je­to de lei de au­to­ria do se­na­dor La­si­er Mar­tins (PODE-​RS) que vi­sa “de­sen­ga­ve­tar” as de­nún­ci­as con­tra os mi­nis­tros da Cor­te.

Atu­al­men­te o pre­si­den­te do Se­na­do tem au­to­no­mia ex­clu­si­va pa­ra de­ci­dir pe­la aber­tu­ra ou não de pro­ces­sos de im­pe­a­ch­ment con­tra mem­bros do STF. Pe­la pro­pos­ta de La­si­er, o pre­si­den­te te­rá 15 di­as a par­tir do re­ce­bi­men­to do pro­ces­so pa­ra se ma­ni­fes­tar con­tra ou a fa­vor da aber­tu­ra, e a de­ci­são ca­be­rá ao ple­ná­rio.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

, ,