Após uma reu­nião de mais de qua­tro ho­ras no Mi­nis­té­rio da In­fra­es­tru­tu­ra nes­ta segunda-​feira (22), re­pre­sen­tan­tes dos ca­mi­nho­nei­ros autô­no­mos que vi­nham con­vo­can­do uma gre­ve ge­ral a par­tir da pró­xi­ma se­ma­na, no dia 29 de abril, acei­ta­ram as pro­pos­tas do go­ver­no e re­cu­a­ram. Pe­lo me­nos por en­quan­to, afir­ma­ram as li­de­ran­ças pre­sen­tes no en­con­tro, pe­di­rão “cal­ma” aos com­pa­nhei­ros e a pa­ra­li­sa­ção es­tá can­ce­la­da.

Val­ter Campanato/​Agência Bra­sil


Caminhoneiros aceitam acordo com governo e cancelam greve no dia 29 de abril

Wan­der­lei Al­vez, que fi­cou fa­mo­so pe­lo ape­li­do de De­de­co na gre­ve do ano pas­sa­do, afir­mou que o go­ver­no pro­me­teu uma fis­ca­li­za­ção e um re­a­jus­te na ta­be­la do fre­te, uma das prin­ci­pais rei­vin­di­ca­ções da clas­se. Além dis­so, hou­ve tam­bém uma si­na­li­za­ção de que o di­e­sel não se­rá re­a­jus­ta­do pa­ra além do li­mi­te de 10%.

De acor­do com o Mi­nis­té­rio da In­fra­es­tru­tu­ra, fo­ram fir­ma­dos os se­guin­tes com­pro­mis­sos: es­tu­dar a eli­mi­na­ção de mul­tas des­ne­ces­sá­ri­as aos ca­mi­nho­nei­ros; trans­fe­rir o cus­to do di­e­sel pa­ra a ta­be­la do fre­te; fis­ca­li­za­ção efe­ti­va da re­fe­rên­cia de cus­to do pi­so mí­ni­mo do fre­te; ce­le­bra­ção de um ter­mo de com­pro­mis­so com as en­ti­da­des re­pre­sen­tan­tes da ca­te­go­ria pa­ra tor­nar mais efe­ti­va a fis­ca­li­za­ção.

Pa­ra o mi­nis­tro Tar­cí­sio Go­mes de Frei­tas, as me­di­das vão “amor­te­cer o efei­to do di­e­sel”, de for­ma que “o di­nhei­ro so­bre na con­tra­ta­ção de ca­da fre­te e vai fa­zer com que a re­fe­rên­cia de pre­ço se­ja pra­ti­ca­da”. “Es­ta­mos com uma agen­da só­li­da, que es­tá sen­do cons­truí­da com ba­se nu­ma con­ver­sa e nos plei­tos dos ca­mi­nho­nei­ros”, des­ta­cou após a reu­nião.

A mo­vi­men­ta­ção pe­la gre­ve em 29 de abril te­ve iní­cio após o anún­cio se­ma­na pas­sa­da de au­men­to de R$0,10 no pre­ço do óleo di­e­sel. Di­as an­tes, o pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro ha­via li­ga­do pa­ra o pre­si­den­te da Pe­tro­bras, Ro­ber­to Cas­tel­lo Bran­co, pe­din­do ex­pli­ca­ções so­bre a de­ci­são de re­a­jus­te, o que foi vis­to co­mo uma in­ter­ven­ção. O va­lor já che­gou às bom­bas nos pos­tos.

No sá­ba­do (20), em con­ver­sa com o Con­gres­so em Fo­co, De­de­co dis­se que, ou se fir­ma­va um com­pro­mis­so com a “fis­ca­li­za­ção efe­ti­va do pi­so mí­ni­mo ou a re­du­ção do di­e­sel, ou a gre­ve se­ria efe­ti­va­da”. Pa­ra ele, o go­ver­no es­ta­va “mo­lhan­do le­nha se­ca na ga­so­li­na e jo­gan­do na fo­guei­ra” ao não cha­mar os “ver­da­dei­ros re­pre­sen­tan­tes da ca­te­go­ria” pa­ra as con­ver­sas. Até se­ma­na pas­sa­da, as ne­go­ci­a­ções ocor­ri­am ape­nas com sin­di­ca­tos e co­o­pe­ra­ti­vas, clas­si­fi­ca­dos pe­lo pró­prio go­ver­no co­mo “mo­de­ra­dos”. Já De­de­co é vis­to co­mo “ra­di­cal”.

Se­ma­na pas­sa­da, o mi­nis­tro da Ca­sa Ci­vil, Onyx Lo­ren­zo­ni anun­ci­ou, em co­le­ti­va à im­pren­sa, a aber­tu­ra de uma li­nha de cré­di­to no va­lor de R$ 500 mi­lhões pa­ra ca­mi­nho­nei­ros autô­no­mos man­te­rem seus veí­cu­los. A me­di­da é par­te dos acor­dos de­li­ne­a­dos com as li­de­ran­ças com as quais o Pla­nal­to tem con­ver­sa­do. Em se­gui­da, o mi­nis­tro da In­fra­es­tru­tu­ra, Tar­cí­sio Go­mes de Frei­tas, dis­se que se­rão em­pre­ga­dos R$ 2 bi­lhões no tér­mi­no de obras e ma­nu­ten­ção de ro­do­vi­as.

Pa­ra De­de­co, as con­ce­ções não sig­ni­fi­cam na­da. “Es­ses R$ 30 mil que eles li­be­ra­ram por ca­mi­nho­nei­ro até que é uma boa me­di­da. Mas ve­ja bem… A mai­or par­te da ca­te­go­ria es­tá com o no­me no Se­ra­sa. Vai ter con­di­ções de pe­gar o cré­di­to? E pe­gar até al­guns con­se­guem. Mas eu mes­mo não ia con­se­guir pa­gar”, pon­de­rou De­de­co que com­ple­tou: “Obra em ro­do­via? Is­so é obri­ga­ção do go­ver­no. Co­lo­car is­so em pa­co­te de be­ne­fí­cio pra di­zer que con­quis­tou um ta­pa bu­ra­cos é um ab­sur­do. Com R$ 2 bi­lhões não ter­mi­na nem a du­pli­ca­ção da R$ 381, que é uma das mais pe­ri­go­sas do país.”

A reu­nião des­ta tar­de já es­ta­va agen­da­da com a Con­fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal dos Trans­por­ta­do­res Autô­no­mos (CNTA). De­de­co e ou­tros re­pre­sen­tan­tes não fi­li­a­dos iri­am jun­to com a en­ti­da­de a pe­di­do, se­gun­do ele, do mi­nis­tro da In­fra­es­tru­tu­ra, Tar­cí­sio Go­mes, que te­ria pe­di­do, ain­da con­for­me o ca­mi­nho­nei­ro, si­gi­lo so­bre sua pre­sen­ça. Ques­ti­o­na­do so­bre a in­for­ma­ção no fim de se­ma­na, a as­ses­so­ria do mi­nis­té­rio dis­se des­co­nhe­cer. Nes­sa se­gun­da (22), o no­me de Wan­der­lei Al­vez e ou­tros ca­mi­nho­nei­ros autô­no­mos pas­sou a cons­tar na lis­ta de pre­sen­ça da reu­nião.

Veja quem estava na reunião em que foi firmado acordo para recuo da greve de caminhoneiros no dia 29 de abril:

As­sem­bleia Le­gis­la­ti­va do Dis­tri­to Fe­de­ral
DEPUTADO DISTRITAL VALDELINO BARCELOS
ALÍPIO BELO - ASSESSOR DO DEPUTADO VALDELINO

Con­fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal dos Trans­por­ta­do­res Autô­no­mos - CNTA
DIUMAR BUENO - PRESIDENTE
WAGNER JONES ALMEIDA - RELAÇÕES INSTITUCIONAIS
ALZIRO DA MOTTA SANTOS FILHO - ASSESSOR
CLEVERSON KAIMOTO - ASSESSOR
MARLON MAUES - ASSESSOR

Fe­de­ra­ção dos Trans­por­ta­do­res Autô­no­mos de Car­gas do Es­ta­do de Mi­nas Ge­rais - FETRAMIG
GILMAR CARVALHO - PRESIDENTE

Fe­de­ra­ção dos Tra­ba­lha­do­res Autô­no­mos de Car­gas do Es­pí­ri­to San­to - FETAC
EDICARLOS GELAIN - PRESIDENTE

As­so­ci­a­ção Bra­si­lei­ra dos Ca­mi­nho­nei­ros - ABCAM
JOSÉ DA FONSECA LOPES - PRESIDENTE

Sin­di­ca­to dos Trans­por­ta­do­res Autô­no­mos de Car­ga - SINDITAC-​GO
VANTUIR - PRESIDENTE
SILVANO MAMEDE - CONVIDADO

Sin­di­ca­to dos Trans­por­ta­do­res Autô­no­mos de Car­ga - SINDITAC-​SJC
EVERALDO BASTOS - PRESIDENTE

Sin­di­ca­to dos Trans­por­ta­do­res Autô­no­mos de Car­ga - SINDITAC-​Ribeirão Pre­to
LUCÉLIA PELEGRINI

Sin­di­ca­to dos Trans­por­ta­do­res Ro­do­viá­ri­os Autô­no­mos de Bens - SINDICAM-​LONDRINA/​PR
CARLOS DELLAROSA - PRESIDENTE

Sin­di­ca­to dos trans­por­ta­do­res Ro­do­viá­ri­os Autô­no­mos de Bens - SINDICAM-​GOIÂNIA/​GO
VANDERLI CAETANO - PRESIDENTE
HÉLIO BESSA - DIRETOR FINANCEIRO

Sin­di­ca­to dos Ca­mi­nho­nei­ros de São Jo­sé dos Pi­nhais
PLINIO DIAS - PRESIDENTE

Sin­di­ca­to dos Ca­mi­nho­nei­ros de Catalão/​GO
ESMERALDO BARBOSA - PRESIDENTE

Ca­mi­nho­nei­ros Autô­no­mos:
WANDERLEI DEDECO
WILLIAM CASSOL
GUILHERME FERNANDES
PAULO HENRIQUE
LEANDRO GAVELUK
FABIANO MÁRCIO DA SILVA -
THIAGO LANA
GILSON QUEIROZ DA SILVA

Mi­nis­té­rio da In­fra­es­tru­tu­ra:
MARCELO SAMPAIO - SECRETÁRIO-​EXECUTIVO
VIVIANE ESSE - SECRETÁRIA-​EXECUTIVA ADJUNTA
GENERAL JAMIL MEGID - SECRETÁRIO NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,