O Sis­te­ma de Ava­li­a­ção da Edu­ca­ção Bá­si­ca (Sa­eb) des­te ano te­rá no­vi­da­des. Os tes­tes de ci­ên­ci­as da na­tu­re­za e ci­ên­ci­as hu­ma­nas pa­ra es­tu­dan­tes do 9º ano e a ava­li­a­ção da al­fa­be­ti­za­ção do 2º ano do en­si­no fun­da­men­tal se­rão fei­tos por amos­tra­gem.

Mar­ce­lo Camargo/​Agência Bra­sil


O ministro da Educação, Abraham Weintraub, e o presidente do INEP, Elmer Coelho Vicenzi, durante entrevista coletiva sobre o Sistema de Avaliação da Educação Básica

É a pri­mei­ra vez que os tes­tes de ci­ên­ci­as são apli­ca­dos pa­ra es­tu­dan­tes do 9° ano. Já a ava­li­a­ção da al­fa­be­ti­za­ção era apli­ca­da de for­ma cen­si­tá­ria até 2016, ou se­ja, pa­ra to­dos es­tu­dan­tes do 3° ano, no pe­río­do de dois em dois anos, nos anos pa­res.

Com a apro­va­ção da Ba­se Na­ci­o­nal Co­mum Cur­ri­cu­lar (BNCC), em 2017, e a pre­vi­são de que os es­tu­dan­tes de­vem ser al­fa­be­ti­za­dos até o 2° ano, o go­ver­no de­ci­diu uni­fi­car es­sa ava­li­a­ção com as de­mais, apli­ca­das nos anos ím­pa­res. Pa­ra tan­to, op­tou por can­ce­lar a ava­li­a­ção pre­vis­ta pa­ra 2018, e implementá-​la em 2019 pa­ra es­tu­dan­tes do 2º ano.

No en­tan­to, em vez de apli­car pa­ra to­dos es­tu­dan­tes, co­mo era fei­to até en­tão, o Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção op­tou por re­a­li­zar tes­tes por amos­tra­gem.

As no­vi­da­des fo­ram apre­sen­ta­das ho­je (2) pe­lo mi­nis­tro da Edu­ca­ção, Abraham Wein­traub, e as di­re­tri­zes fo­ram pu­bli­ca­das no Diá­rio Ofi­ci­al da União.

“O que que­re­mos [por meio do Sa­eb] é sa­ber se as cri­an­ças es­tão apren­den­do no rit­mo [ade­qua­do]. Por is­so fa­re­mos uma ava­li­a­ção da al­fa­be­ti­za­ção do 2° ano do en­si­no fun­da­men­tal”, dis­se o mi­nis­tro, em en­tre­vis­ta co­le­ti­va..

“Te­mos que pe­gar [re­cu­pe­rar] a cri­an­ça que es­tá fi­can­do pa­ra trás e me­dir o que es­tá acon­te­cen­do de cer­to e de er­ra­do”, acres­cen­tou.

Se­gun­do Wein­traub, o ide­al se­ria fa­zer a ava­li­a­ção com to­dos os es­tu­dan­tes. “Se eu ti­ves­se ple­nos po­de­res, fa­ria uni­ver­sal to­dos os anos”, dis­se, ao jus­ti­fi­car a pes­qui­sa pe­la ne­ces­si­da­de de o go­ver­no cor­tar gas­tos.

Saeb

O Sa­eb é for­ma­do por um con­jun­to de ava­li­a­ções re­la­ti­vas à qua­li­da­de da edu­ca­ção do país, que per­mi­tem ao Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Es­tu­dos e Pes­qui­sas Edu­ca­ci­o­nais Aní­sio Tei­xei­ra (Inep) fa­zer di­ag­nós­ti­cos so­bre edu­ca­ção bá­si­ca do país.

A par­tir das aná­li­ses, busca-​se iden­ti­fi­car fa­to­res que pos­sam in­ter­fe­rir no de­sem­pe­nho do es­tu­dan­te, de mo­do a sub­si­di­ar po­lí­ti­cas pú­bli­cas pa­ra o se­tor. É por meio das mé­di­as de de­sem­pe­nho do Sa­eb e de da­dos so­bre apro­va­ção ob­ti­dos no Cen­so Es­co­lar que se com­põe o Ín­di­ce de De­sen­vol­vi­men­to da Edu­ca­ção Bá­si­ca (Ideb).

O or­ça­men­to pre­vis­to pa­ra ava­li­ar 7 mi­lhões de cri­an­ças é de R$ 500 mi­lhões. De acor­do com o pre­si­den­te do Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Es­tu­dos e Pes­qui­sas Edu­ca­ci­o­nais Aní­sio Tei­xei­ra (Inep), El­mer Co­e­lho Vi­cen­zi, “a me­lho­ria da edu­ca­ção bá­si­ca “pro­vo­ca me­lho­ria ime­di­a­ta na saú­de e na edu­ca­ção do país”.

As ava­li­a­ções se­rão apli­ca­das en­tre 21 de ou­tu­bro e 1° de no­vem­bro em to­das as uni­da­des da fe­de­ra­ção, por meio de ques­ti­o­ná­ri­os que se­rão en­vi­a­dos a se­cre­ta­ri­as es­ta­du­ais e mu­ni­ci­pais; di­re­to­res, pro­fes­so­res e alu­nos das es­co­las; pro­fis­si­o­nais que acom­pa­nham es­tu­dan­tes da edu­ca­ção es­pe­ci­al.

Os re­sul­ta­dos es­ta­rão dis­po­ní­veis até de­zem­bro de 2020.

Fon­te: Agên­cia Brasil/​EBC

,