Nem bem che­gou ao Con­gres­so, já tem quem quei­ra mo­di­fi­car o pro­je­to de lei so­bre a Car­tei­ra Na­ci­o­nal de Ha­bi­li­ta­ção (CNH). A co­or­de­na­do­ra da fren­te par­la­men­tar pe­lo trân­si­to se­gu­ro, Ch­ris­ti­a­ne Ya­red (PL-​PR), foi uma das pri­mei­ras a de­mons­trar es­se in­te­res­se. O tex­to, que co­me­ça­rá a tra­mi­tar pe­la Câ­ma­ra, do­bra o pra­zo de va­li­da­de do do­cu­men­to de cin­co pa­ra dez anos e o li­mi­te de pon­tu­a­ção de 20 pa­ra 40.

Mi­chel Jesus/​Agência Câmara


Para Yared, é temerário renovar os exames físico e psicológico a cada dez anos

Ya­red dis­se ao Con­gres­so em Fo­co nes­ta terça-​feira (4) não ser con­tra a ex­ten­são de pra­zos, mas con­si­de­ra que os exa­mes fí­si­co e psi­co­ló­gi­co não po­dem le­var tan­to tem­po pa­ra se­rem re­no­va­dos. Por es­sa ra­zão, ten­ta­rá in­cluir no tex­to a de­ter­mi­na­ção de que eles pre­ci­sem ser re­fei­tos pe­los con­du­to­res a ca­da três anos.

O tex­to de Bol­so­na­ro pre­vê que os exa­mes só se­jam re­no­va­dos a ca­da dez anos. Só a par­tir dos 65 anos o por­ta­dor da CNH pre­ci­sa­rá re­fa­zer os tes­tes a ca­da cin­co anos. Pa­ra Ya­red, um mo­to­ris­ta po­de fa­cil­men­te per­der su­as con­di­ções fí­si­cas ou psi­co­ló­gi­cas pa­ra di­ri­gir no pe­río­do de uma década.

Ya­red já de­fen­dia a re­du­ção de pra­zos dos exa­mes des­de que Bol­so­an­ro co­me­çou a fa­lar da in­ten­ção de es­ten­der a va­li­da­de da CNH. Elei­ta pe­la pri­mei­ra vez em 2014 com a pla­ta­for­ma de se­gu­ran­ça no trân­si­to, a par­la­men­tar fi­cou co­nhe­ci­da por ter per­di­do um fi­lho em uma tra­gé­dia au­to­mo­bi­lís­ti­ca em 2009. O ex-​deputado pa­ra­na­en­se Luiz Fer­nan­do Ri­bas Car­li Fi­lho foi con­de­na­do, há um ano, por cau­sar a mor­te do fi­lho da parlamentar.

A de­pu­ta­da ci­tou sua ex­pe­ri­ên­cia pes­so­al pa­ra de­fen­der os exa­mes da CNH a ca­da três anos. “O jo­vem que ma­tou meu fi­lho re­ce­beu a ha­bi­li­ta­ção aos 18, renovou-​a aos 23 e ma­tou du­as pes­so­as no trân­si­to aos 26”, argumentou.

O pre­si­den­te da fren­te pe­lo trân­si­to se­gu­ro, de­pu­ta­do Hu­go Le­al (PSD-​RJ), diz que ain­da não há con­sen­so en­tre os par­la­men­ta­res do gru­po so­bre o pro­je­to en­vi­a­do por Bol­so­na­ro. “Va­mos ana­li­sar, reu­nir a fren­te e ou­vir es­pe­ci­a­lis­tas pa­ra me­dir os im­pac­tos po­si­ti­vos e ne­ga­ti­vos do pro­je­to”, afir­mou ao site.

Fon­te: Con­gres­so em Foco

,