A Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos apro­vou em 2º tur­no na ma­dru­ga­da da quarta-​feira (7) o tex­to prin­ci­pal da re­for­ma da Pre­vi­dên­cia. Fo­ram 370 vo­tos a fa­vor, 124 con­tra e uma abs­ten­ção. No 1º tur­no fo­ram 379 vo­tos fa­vo­rá­veis a 131 con­trá­ri­os.

Luis Macedo/​Câmara dos De­pu­ta­dos


Câmara aprovou texto-base da reforma da Previdência em 2º turno

Após a vo­ta­ção, o pre­si­den­te da Câ­ma­ra, Ro­dri­go Maia (DEM-​RJ), mi­ni­mi­zou a per­da de vo­tos em re­la­ção ao 1º tur­no. “É nor­mal que em uma vo­ta­ção des­sas vo­cê pos­sa ter um ou dois vo­tos de per­da, de ga­nho. Ga­nho não da­va até por­que 379 já era um nú­me­ro bem ele­va­do”, dis­se.

Ele tam­bém re­for­çou a po­si­ção vi­gen­te no Con­gres­so Na­ci­o­nal de que a es­ca­la­da de de­cla­ra­ções agres­si­vas do pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro não afe­ta a con­du­ção das re­for­mas econô­mi­cas.

“As fa­las do pre­si­den­te es­tão no âm­bi­to da po­lí­ti­ca, no con­fli­to de­le com os po­lí­ti­cos de es­quer­da, do Nor­des­te. Cla­ro que são fra­ses po­lê­mi­cas, mas no con­fli­to po­lí­ti­co pa­ra fo­ra, não na re­la­ção com o par­la­men­to”, afir­mou o de­mis­ta.

Nes­ta quarta-​feira se­rão vo­ta­das as emen­das ao tex­to ori­gi­nal. O que mais de­ve pre­o­cu­par os de­fen­so­res da re­for­ma é o tre­cho que tra­ta da pen­são por mor­te. An­tes de dar iní­cio à ses­são, a Ca­sa Le­gis­la­ti­va pre­ci­sou apro­var a cha­ma­da que­bra de in­ters­tí­cio, ti­ran­do a obri­ga­to­ri­e­da­de do in­ter­va­lo de cin­co ses­sões en­tre um tur­no e ou­tro.

Na segunda-​feira (5), a Câ­ma­ra não re­gis­trou o quó­rum ne­ces­sá­rio pa­ra abrir a ses­são que se­ria a quin­ta de­pois da apro­va­ção em pri­mei­ro tur­no do texto-​base da Pro­pos­ta de Emen­da à Cons­ti­tui­ção (PEC) 6/​2019.

A opo­si­ção ten­tou obs­truir o an­da­men­to dos tra­ba­lhos, mas de­pu­ta­dos go­ver­nis­tas con­se­gui­ram der­ru­bar a ses­são pa­ra lim­par to­dos os re­que­ri­men­tos de re­ti­ra­da de pau­ta. De­pois dis­so foi con­vo­ca­da uma ses­são ex­tra­or­di­ná­ria na qual foi vo­ta­do o tex­to ba­se.

A ex­pec­ta­ti­va tan­to do go­ver­no quan­to do pre­si­den­te da Ca­sa, Ro­dri­go Maia (DEM-​RJ), é de que as emen­das da re­for­ma se­jam vo­ta­das até a noi­te des­ta quarta-​feira (7).

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,