A Co­mis­são de Meio Am­bi­en­te e De­sen­vol­vi­men­to Sus­ten­tá­vel (CMADS) da Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos, es­tá com os tra­ba­lhos pa­ra­li­sa­dos há três ses­sões por con­ta de obs­tru­ções do nú­cleo du­ro do go­ver­no den­tro da Ca­sa. “A gen­te tá dei­xan­do de vo­tar pro­pos­tas im­por­tan­tes”, dis­se o pre­si­den­te da co­mis­são, Ro­dri­go Agos­ti­nho (PSB-​SP), pa­ra o Con­gres­so em Fo­co.

Erick Mota/​Congresso em Fo­co


Presidente da Comissão do Meio Ambiente se mostra preocupado com obstruções da base do governo

“Ho­je a gen­te tem qua­se 30 pro­je­tos pron­tos pa­ra se­rem vo­ta­dos e que es­tão sen­do obs­truí­dos den­tro da co­mis­são. Tem ou­tros 90 a es­pe­ra de re­la­to­ria”, re­la­ta Agos­ti­nho.

Al­guns mem­bros da Co­mis­são de Meio Am­bi­en­te apre­sen­ta­ram re­que­ri­men­tos pa­ra con­vo­car mi­nis­tros do go­ver­no Bol­so­na­ro. A in­ten­ção é que eles de­em ex­pli­ca­ções so­bre as tra­gé­di­as am­bi­en­tais que es­tão acon­te­cen­do no país. As obs­tru­ções go­ver­nis­ta ten­tam im­pe­dir es­tas con­vo­ca­ções.

A cri­se co­me­çou após o mi­nis­tro de Meio Am­bi­en­te, Ri­car­do Sal­les, que­brar um acor­do que ti­nha fei­to com os mem­bros da co­mis­são. Os par­la­men­ta­res ha­vi­am apro­va­do um re­que­ri­men­to de con­vo­ca­ção con­tra Sal­les, o que obri­ga­ria o mi­nis­tro a com­pa­re­cer. A as­ses­so­ria de Sal­les en­tão fe­chou um acor­do pa­ra que os mem­bros da co­mis­são subs­ti­tuís­sem a con­vo­ca­ção por um con­vi­te pa­ra en­cai­xar em um ou­tro dia na agen­da do mi­nis­tro, com a pro­mes­sa de que ele com­pa­re­ce­ria. No dia da ses­são (04/​09) no en­tan­to, Sal­les não com­pa­re­ceu, o que in­dig­nou mem­bros da co­mis­são.

A ba­se do go­ver­no já es­ta­va pre­pa­ra­da pa­ra a fal­ta de Sal­les e no mes­mo dia ini­ci­ou as obs­tru­ções das ses­sões pa­ra im­pe­dir a con­vo­ca­ção de­le e de ou­tros mi­nis­tros.

“Es­tá acon­te­cen­do obs­tru­ção por­que a opo­si­ção en­ten­deu por bem con­vo­car e con­vi­dar mi­nis­tros”, ex­pli­ca Agos­ti­nho. “O mi­nis­tro Ri­car­do Sal­les, o mi­nis­tro Mo­ro, a mi­nis­tra da Agri­cul­tu­ra, o mi­nis­tro da In­fra­es­tru­tu­ra e es­sa se­ma­na es­tá en­tran­do tam­bém o Pau­lo Gue­des nes­ta his­tó­ria”, con­ta o par­la­men­tar.

O pre­si­den­te da Co­mis­são de Meio Am­bi­en­te ex­pli­ca que a in­ten­ção de con­vo­ca­ção dos mi­nis­tros é pa­ra que eles pos­sam ex­pli­car a cri­se am­bi­en­tal que es­tá ins­ta­la­da no país. Se con­vo­ca­dos, ca­da um da­ria ex­pli­ca­ções so­bre os as­sun­tos per­ti­nen­tes a sua pas­ta. “A opo­si­ção es­tá cha­man­do por­que ob­vi­a­men­te a so­ci­e­da­de co­bra ex­pli­ca­ções”, dis­se Ro­dri­go Agos­ti­nho. “O Go­ver­no não es­tá en­ten­den­do que a gen­te só quer es­cla­re­cer os fa­tos, es­cla­re­cer o que es­tá acon­te­cen­do”, com­ple­tou.

A es­tra­té­gia do pre­si­den­te da co­mis­são pa­ra des­tran­car os tra­ba­lhos é in­ver­ter a pau­ta, mas ele rei­te­ra que não de­sis­ti­rá de con­vo­car os mi­nis­tros e afir­ma que exi­gir es­cla­re­ci­men­tos é uma ques­tão de­mo­crá­ti­ca. “Num país on­de im­pe­ra a de­mo­cra­cia um mi­nis­tro tem que pres­tar es­cla­re­ci­men­tos”, fi­na­li­za.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,