O Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) adi­ou a con­ti­nui­da­de do jul­ga­men­to que po­de afe­tar as de­ci­sões da ope­ra­ção La­va Ja­to. A no­va ses­são so­bre o te­ma es­ta­va pre­vis­ta pa­ra es­ta quinta-​feira (3), mas foi sus­pen­sa sob o ar­gu­men­to de que não ha­ve­ria quó­rum.

STF


Proposta de Dias Toffoli pode reduzir os efeitos da decisão desta quarta-feira

De­pois de de­ter­mi­nar que os réus de­la­ta­dos têm di­rei­to a fa­zer su­as ale­ga­ções fi­nais após os réus co­la­bo­ra­do­res, o Su­pre­mo de­ci­diu on­tem (2) por ado­tar uma te­se, que de­ve li­mi­tar os al­can­ces da de­ci­são. A ses­são, no en­tan­to, ter­mi­nou an­tes que os mi­nis­tros de­li­be­ras­sem so­bre o as­sun­to.

Uma das pro­pos­tas de te­se é a do pre­si­den­te da Cor­te, mi­nis­tro Di­as Tof­fo­li. Ca­so ela se­ja acei­ta, a con­de­na­ção po­de­rá ser anu­la­da ape­nas no ca­so em que o réu de­la­ta­do pe­diu à Jus­ti­ça pa­ra fa­lar por úl­ti­mo, mas te­ve sua so­li­ci­ta­ção ne­ga­da em pri­mei­ra ins­tân­cia, com­pro­van­do o pre­juí­zo à sua de­fe­sa.

Há uma pre­o­cu­pa­ção da força-​tarefa da La­va Ja­to de que to­dos os réus de­la­ta­dos pe­la ope­ra­ção que não pu­de­ram apre­sen­tar su­as ale­ga­ções fi­nais após os réus co­la­bo­ra­do­res se­jam be­ne­fi­ci­a­dos com o jul­ga­men­to. Uma dos pos­sí­veis be­ne­fi­ciá­ri­os, se­gun­do pro­cu­ra­do­res, é o ex-​presidente Lu­la, no ca­so do sí­tio de Ati­baia.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,