Co­mo tem fei­to se­ma­nal­men­te des­de que se ele­geu, o pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro faz uma li­ve nes­ta quinta-​feira (7). Nes­ta se­ma­na, o man­da­tá­rio cha­mou no­va­men­te o mi­nis­tro da pes­ca Jor­ge Seif Jú­ni­or, que de­cla­rou na se­ma­na pas­sa­da os pei­xes des­vi­a­ri­am do óleo que es­tá che­gan­do nas prai­as do nor­des­te há dois me­ses, por se­rem in­te­li­gen­tes.

Re­pro­du­ção


Live semanal do presidente Bolsonaro

Em uma ten­ta­ti­va de de­fen­der o mi­nis­tro, que foi ví­ti­ma de cha­co­ta nas re­des so­ci­ais, o pre­si­den­te rei­te­rou a fa­la e afir­mou: “Lo­gi­ca­men­te que al­guns [pei­xes] mor­rem em ra­zão da man­cha [de óleo], em es­pe­ci­al os que vi­vem mais na su­per­fí­cie co­mo o golfinho(sic) que pre­ci­sa res­pi­rar, acon­te­ce. Mas o pei­xe tem in­te­li­gên­cia, pô”, dis­se Bol­so­na­ro.

Se­gun­do o man­da­tá­rio, um exem­plo que pro­va a in­te­li­gên­cia do pei­xe se­ria a di­fi­cul­da­de que se tem ao pes­car com is­ca boa. “Afi­nal de con­tas, né? Quan­do vo­cê es­tá pes­can­do ele des­con­fia, a is­ca é boa, mas ele des­con­fia e não mor­de”, com­ple­tou o pre­si­den­te.

O mi­nis­tro afir­mou que tem es­tu­dos que com­pro­vam que o pei­xe des­via da­qui­lo que é des­co­nhe­ci­do e agra­de­ceu por ter ga­nha­do mais de mil se­gui­do­res nas re­des so­ci­ais após vi­rar mo­ti­vo de pi­a­da na in­ter­net.

Lo­go no iní­cio da trans­mis­são Bol­so­na­ro já deu uma pis­ta do as­sun­to que tra­ta­ria na li­ve, e per­gun­tou a Jor­ge Seif se ele tem des­vi­a­do de mui­tas man­chas, o mi­nis­tro res­pon­deu afir­man­do, em tom de brin­ca­dei­ra, ser in­te­li­gen­te que nem um pei­xe. “Eu sou in­te­li­gen­te igual o pei­xe, eu saio fo­ra”, dis­se o mi­nis­tro rin­do.

Den­tre os as­sun­tos abor­da­dos por Bol­so­na­ro, o pre­si­den­te cri­ti­cou a me­di­da anun­ci­a­da pe­la Agên­cia Na­ci­o­nal de Ener­gia Elé­tri­ca (Ane­el) propôs mu­dan­ças nas re­gras de com­pen­sa­ção da ener­gia ge­ra­da pe­la mi­ni e pe­la mi­cro­ge­ra­ção dis­tri­buí­da, co­mo é o ca­so da ener­gia so­lar. As al­te­ra­ções in­clu­em a co­bran­ça pe­lo uso da re­de elé­tri­ca e a sus­pen­são gra­du­al de ou­tros sub­sí­di­os, o que, na ava­li­a­ção de par­la­men­ta­res, vai de­ses­ti­mu­lar in­ves­ti­men­tos em ener­gi­as re­no­vá­veis.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,