Com o pra­zo pa­ra a vo­ta­ção do Or­ça­men­to de 2020 che­gan­do ao fim, os lí­de­res par­ti­dá­ri­os di­zem ter fe­cha­do um acor­do so­bre o va­lor do fun­do elei­to­ral. E o que pre­va­le­ceu foi o de­se­jo do go­ver­no, que pe­diu pa­ra o Con­gres­so dei­xar o fun­dão em R$ 2 bi­lhões e não em R$ 3,8 bi­lhões, co­mo de­se­ja­va um gru­po de 13 par­ti­dos po­lí­ti­cos. O re­cuo no va­lor do mon­tan­te que se­rá des­ti­na­do ao fi­nan­ci­a­men­to das cam­pa­nhas mu­ni­ci­pais do pró­xi­mo ano foi con­fir­ma­do pe­lo re­la­tor do Or­ça­men­to, o de­pu­ta­do Do­min­gos Ne­to (PSD-​CE).

Ima­gem Pi­xa­bay

O re­cuo foi anun­ci­a­do na noi­te des­sa segunda-​feira (16), de­pois que Do­min­gos Ne­to se reu­niu com sua equi­pe téc­ni­ca e con­ver­sou com os lí­de­res par­ti­dá­ri­os pa­ra mos­trar que o pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro po­de­ria ve­tar um va­lor que fos­se mui­to aci­ma do es­pe­ra­do. Afi­nal, além de não ser de­se­ja­do pe­lo go­ver­no, o au­men­to pa­ra R$ 3,8 bi­lhões foi cri­ti­ca­do pe­la so­ci­e­da­de ci­vil, já que ti­ra­ria di­nhei­ro de áre­as pri­o­ri­tá­ri­as, in­clu­si­ve do Mi­nis­té­rio da Saú­de, pa­ra po­der ban­car as elei­ções do pró­xi­mo ano. Acordou-​se, en­tão, que era me­lhor fi­car com os R$ 2 bi­lhões ini­ci­al­men­te pre­vis­tos - um va­lor que po­de pas­sar pe­lo cri­vo fo go­ver­no e da so­ci­e­da­de ci­vil.

O va­lor cons­ta­rá no re­la­tó­rio fi­nal so­bre o Or­ça­men­to de 2020, que se­rá apre­sen­ta­do na ma­nhã des­ta terça-​feira (17) por Do­min­gos Ne­to. O re­la­tó­rio ain­da traz di­re­tri­zes or­ça­men­tá­ri­as co­mo o va­lor do sa­lá­rio mí­ni­mo e o mon­tan­te que o go­ver­no fe­de­ral te­rá pa­ra in­ves­tir no pró­xi­mo ano - va­lo­res que, ao con­trá­rio do fun­dão, es­tão abai­xo do que era es­pe­ra­do pe­la po­pu­la­ção.

Es­se tex­to de­ve ser vo­ta­do a par­tir das 11h na Co­mis­são Mis­ta de Or­ça­men­to e de­pois se­guir pa­ra vo­ta­ção em ple­ná­rio em uma ses­são con­jun­ta do Con­gres­so que es­tá pre­vis­ta pa­ra co­me­çar por vol­ta das 14h30, mas po­de se es­ten­der até es­ta quarta-​feira (18) por con­ta das dis­cus­sões so­bre os de­ta­lhes do Or­ça­men­to.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,