Relatório da MP verde amarela deve ser lido em fevereiro

segunda-feira, 6 de janeiro de 2020 09:44 Notícias

O pre­si­den­te da co­mis­são mis­ta da me­di­da pro­vi­só­ria ver­de ama­re­la, se­na­dor Sér­gio Pe­te­cão (PSD-​AC), afir­mou que quer mar­car pa­ra fe­ve­rei­ro a lei­tu­ra do re­la­tó­rio so­bre a ini­ci­a­ti­va do go­ver­no. “Va­mos tra­ba­lhar nes­se sen­ti­do”, dis­se.

Agên­cia Bra­sil

A MP pre­ci­sa ser vo­ta­da pe­lo Con­gres­so até abril. De­pois de pas­sar pe­la co­mis­são mis­ta, ne­ces­si­ta de aná­li­se no ple­ná­rio da Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos e do Se­na­do.

O pon­to mais po­lê­mi­co e que de­ve ser re­ti­ra­do ou al­te­ra­do é o que tra­ta da ta­xa­ção do seguro-​desemprego. O re­la­tor, de­pu­ta­do Ch­ris­ti­no Áu­reo (PP-​RJ), tra­ba­lha no re­ces­so pa­ra dar ce­le­ri­da­de na tra­mi­ta­ção na vol­ta dos tra­ba­lhos le­gis­la­ti­vos.

A MP já so­ma mais de du­as mil emen­das. Os pon­tos de mai­o­res re­sis­tên­cia são os que tra­tam de con­tri­bui­ção pre­vi­den­ciá­ria so­bre o seguro-​desemprego e o fa­to do go­ver­no ter de­sis­ti­do de in­cluir tra­ba­lha­do­res com mais de 50 anos na me­di­da.

A me­di­da do go­ver­no quer es­ti­mu­lar o em­pre­go de jo­vens de 18 a 29 anos. Pa­ra is­so ser fei­to, os em­pre­ga­do­res são isen­tos de al­gu­mas con­tri­bui­ções fis­cais so­bre a fo­lha de pa­ga­men­to.

Co­mo for­ma de com­pen­sar a per­da da ar­re­ca­da­ção com os em­pre­sá­ri­os, a equi­pe econô­mi­ca do pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro in­cluiu im­pos­tos so­bre o va­lor do seguro-​desemprego.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,