Inep: 5.974 participantes foram afetados por erro no Enem

terça-feira, 21 de janeiro de 2020 09:19 Notícias

O Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Es­tu­dos e Pes­qui­sas Edu­ca­ci­o­nais Aní­sio Tei­xei­ra (Inep), res­pon­sá­vel pe­la re­a­li­za­ção do Exa­me Na­ci­o­nal do En­si­no Mé­dio (Enem) 2019, in­for­mou nes­ta segunda-​feira (20) que 5.974 par­ti­ci­pan­tes ti­ve­ram no­tas com in­con­sis­tên­ci­as. De acor­do com o Inep, os er­ros de cor­re­ção da pro­va fo­ram re­vis­tos.

Luis Fortes/​MEC


O ministro da Educação, Abraham Weintraub, fala sobre o Enem junto com o presidente do Inep, Alexandre Lopes

O anún­cio foi fei­to pe­lo pre­si­den­te do Inep, Ale­xan­dre Lo­pes, no iní­cio da noi­te, em en­tre­vis­ta co­le­ti­va, pa­ra di­vul­gar os re­sul­ta­dos do tra­ba­lho re­a­li­za­do pe­la força-​tarefa cri­a­da pa­ra re­sol­ver o pro­ble­ma. O nú­me­ro de afe­ta­dos re­pre­sen­ta 0,15% do to­tal de par­ti­ci­pan­tes (3,9 mi­lhões).

Mais ce­do, o mi­nis­tro da Edu­ca­ção, Abraham Wein­traub, ti­nha anun­ci­a­do que o pra­zo pa­ra ins­cri­ções do Sis­te­ma de Se­le­ção Uni­fi­ca­da (Si­su) foi am­pli­a­do em dois di­as.

As ins­cri­ções co­me­çam nes­ta terça-​feira (21) e ter­mi­nam do­min­go (26). An­tes da pror­ro­ga­ção, o pra­zo se en­cer­ra­ria na sexta-​feira (24). O Si­su ofe­re­ce va­gas em uni­ver­si­da­des fe­de­rais com ba­se nas no­tas ob­ti­das no Enem.

No sá­ba­do (18), o Inep ad­mi­tiu que hou­ve uma fa­lha no exa­me e ex­pli­cou que o er­ro foi pro­vo­ca­do pe­la grá­fi­ca res­pon­sá­vel pe­la pro­va. O pro­ble­ma foi per­ce­bi­do após al­guns alu­nos re­la­ta­rem nas re­des so­ci­ais te­rem si­do sur­pre­en­di­dos com no­tas bai­xas na se­gun­da pro­va do exa­me, re­a­li­za­do no ano pas­sa­do.

A equi­pe téc­ni­ca do ins­ti­tu­to iden­ti­fi­cou que se tra­ta­va de in­con­sis­tên­cia na trans­mis­são de da­dos que a grá­fi­ca en­via ao Inep pa­ra pro­ces­sa­men­to das no­tas. A ocor­rên­cia ge­ra con­tra­di­ções na as­so­ci­a­ção en­tre o par­ti­ci­pan­te e a cor de sua pro­va. Des­sa for­ma, o ga­ba­ri­to usa­do pa­ra a cor­re­ção não era da cor da pro­va fei­ta pe­lo alu­no, fa­to que pro­vo­cou o er­ro. Por es­se mo­ti­vo, es­tu­dan­tes pu­de­ram pe­dir a re­vi­são de su­as no­tas até as 10h de ho­je.

Oposição quer novo prazo para Sisu

De­pu­ta­dos do PT e do Psol fo­ram à Jus­ti­ça con­tra os pro­ce­di­men­tos ado­ta­dos pe­lo Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção (MEC) e pe­lo Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Es­tu­dos e Pes­qui­sas Edu­ca­ci­o­nais Aní­sio Tei­xei­ra (Inep) di­an­te das fa­lhas cons­ta­ta­das na cor­re­ção das pro­vas do Enem 2019. Eles di­zem que o go­ver­no deu um pra­zo mui­to cur­to pa­ra os es­tu­dan­tes so­li­ci­ta­rem a re­vi­são de su­as no­tas, o que po­de ter pre­ju­di­ca­do mui­tos alu­nos na bus­ca por uma va­ga na uni­ver­si­da­de. E, por is­so, pe­dem que a Jus­ti­ça de­ter­mi­ne a re­a­ber­tu­ra des­se pra­zo de cor­re­ções.

Ação po­pu­lar apre­sen­ta­da nes­ta segunda-​feira (20) pe­los de­pu­ta­dos Pau­lo Pi­men­ta (RS), Enio Ver­ri (PR) e Pau­lo Tei­xei­ra (SP) na Jus­ti­ça Fe­de­ral de Bra­sí­lia ex­pli­ca que os es­tu­dan­tes que se sen­ti­ram pre­ju­di­ca­dos com as no­tas do Enem 2019 ti­ve­ram ape­nas du­as ho­ras úteis pa­ra so­li­ci­tar uma no­va cor­re­ção das su­as pro­vas. É que o e-​mail cri­a­do pe­lo Inep com es­se ob­je­ti­vo fun­ci­o­nou só en­tre as 22h des­se do­min­go (19) e as 10h des­ta segunda-​feira e, se­gun­do os de­pu­ta­dos, não te­ve a di­vul­ga­ção ne­ces­sá­ria.

* Com in­for­ma­ções da Agên­cia Bra­sil

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,