A Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos apro­vou per­to das 20h des­ta quarta-​feira (18), o Pro­je­to de De­cre­to Le­gis­la­ti­vo que re­co­nhe­ce a si­tu­a­ção de ca­la­mi­da­de pú­bli­ca no Bra­sil. O tex­to, cu­jos efei­tos va­lem até o dia 31 de de­zem­bro de 2020, ago­ra se­gue pa­ra o Se­na­do Fe­de­ral. A ma­té­ria foi apro­va­da com ori­en­ta­ção fa­vo­rá­vel de to­dos os par­ti­dos. Após a vo­ta­ção, o pre­si­den­te Ro­dri­go Maia (DEM-​RJ) afir­mou que é com o diá­lo­go que o país vai su­pe­rar su­as cri­ses, não com a rai­va.

Pa­blo Valadares/​Agência Câ­ma­ra


Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ)

Se apro­va­do pe­lo Se­na­do, o go­ver­no não pre­ci­sa­rá mais cum­prir as me­tas fis­cais. A me­ta pa­ra 2020 é de de­fi­cit de 124,1 bi­lhões. O es­ta­do de ca­la­mi­da­de tam­bém abre ca­mi­nho pa­ra que não ha­ja con­tin­gen­ci­a­men­to da­qui pa­ra fren­te, mas não de­so­bri­ga o cum­pri­men­to da re­gra de ou­ro nem do te­to de gas­tos.

Em no­ta di­vul­ga­da à im­pren­sa na noi­te de ter­ça (17), Da­vi Al­co­lum­bre (DEM-​AP) já ha­via des­ta­ca­do que Con­gres­so Na­ci­o­nal fa­rá o que for ne­ces­sá­rio pa­ra dar an­da­men­to às ma­té­ri­as re­la­ci­o­na­das ao no­vo co­ro­na­ví­rus.

“O de­cre­to de ca­la­mi­da­de pú­bli­ca por con­ta do Covid-​19, que o Exe­cu­ti­vo en­vi­a­rá pa­ra ser ana­li­sa­do pe­los par­la­men­ta­res, é sem dú­vi­da uma me­di­da im­por­tan­te pa­ra a fle­xi­bi­li­za­ção de mais re­cur­sos pa­ra o aten­di­men­to à nos­sa po­pu­la­ção. O Re­gi­men­to de­ter­mi­na pri­o­ri­da­de má­xi­ma pa­ra sua tra­mi­ta­ção”, afir­mou o pre­si­den­te do Se­na­do.

Câmera realiza sessão de votação e aprova estado de calamidade pública

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,