O lí­der do Po­de­mos na Câ­ma­ra, de­pu­ta­do Léo Mo­ra­es (RO), so­li­ci­tou à pre­si­den­te do Tri­bu­nal Su­pe­ri­or Elei­to­ral (TSE), mi­nis­tra Ro­sa We­ber, o adi­a­men­to das elei­ções mu­ni­ci­pais de 2020, em ra­zão da pan­de­mia cau­sa­da pe­lo no­vo co­ro­na­ví­rus no país.

Agên­cia Câ­ma­ra


Deputado federal Léo Moraes (Podemos-RO)

“To­do país es­tá re­pen­san­do su­as ati­vi­da­des co­mo for­ma de pre­cau­ção e com­ba­te ao co­ro­na­ví­rus. O pro­ces­so elei­to­ral de­ve tam­bém ser re­vis­to pe­lo TSE. To­dos es­for­ços de­vem es­tar con­cen­tra­dos no en­fren­ta­men­to da Covid-​19”, de­fen­de Mo­ra­es.

O de­pu­ta­do ci­ta ain­da o re­co­nhe­ci­men­to do es­ta­do de ca­la­mi­da­de pú­bli­ca pe­di­do pe­lo pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro ao Con­gres­so Na­ci­o­nal, que es­tá pen­den­te de apro­va­ção do Se­na­do. “Le­van­do em con­si­de­ra­ção es­se ce­ná­rio dra­má­ti­co, so­li­ci­ta­mos ao Tri­bu­nal Su­pe­ri­or Elei­to­ral a re­vi­são do ca­len­dá­rio das elei­ções pa­ra Pre­fei­to, Vice-​Prefeito e Ve­re­a­dor” diz tre­cho do do­cu­men­to apre­sen­ta­do nes­ta quinta-​feira (19).

Léo Mo­ra­es su­ge­re que o plei­to pa­ra pre­fei­tos e ve­re­a­do­res se­ja re­a­li­za­do no pri­mei­ro do­min­go de de­zem­bro, em vez da da­ta es­ta­be­le­ci­da, 4 de ou­tu­bro. Em ci­da­des em que hou­ver se­gun­do tur­no, a su­ges­tão é que a vo­ta­ção pas­se do quar­to do­min­go de ou­tu­bro pa­ra o ter­cei­ro do­min­go de de­zem­bro.

O con­gres­sis­ta so­li­ci­ta tam­bém que o Tri­bu­nal re­ve­ja as da­tas e pra­zos re­fe­ren­tes a con­ven­ções par­ti­dá­ri­as, do­a­ções elei­to­rais e pres­ta­ção de con­tas.

TSE diz que não pode alterar calendário eleitoral

Em ses­são ple­ná­ria re­a­li­za­da nes­ta quin­ta, o TSE con­fir­mou o dia 4 de abril co­mo da­ta li­mi­te pa­ra a fi­li­a­ção par­ti­dá­ria de quem pre­ten­de con­cor­rer às elei­ções mu­ni­ci­pais des­te ano. Se­gun­do a pre­si­den­te da Cor­te, a Jus­ti­ça Elei­to­ral não tem o po­der de al­te­rar o ca­len­dá­rio elei­to­ral.

“Es­ses pra­zos não es­tão à dis­po­si­ção do TSE, eles cons­tam da le­gis­la­ção fe­de­ral”, re­for­çou o mi­nis­tro Luís Ro­ber­to Bar­ro­so, que as­su­me o co­man­do do TSE em 19 de maio e de­ve es­tar à fren­te da Jus­ti­ça Elei­to­ral du­ran­te a re­a­li­za­ção do plei­to nos mu­ni­cí­pi­os.

Após a ses­são, Bar­ro­so afir­mou que a Jus­ti­ça Elei­to­ral não tra­ba­lha, no mo­men­to, com um even­tu­al adi­a­men­to das elei­ções mu­ni­ci­pais. “Por en­quan­to, não co­gi­ta­mos es­sa pos­si­bi­li­da­de. Ca­da dia com sua ago­nia. Te­nho fé que até ou­tu­bro tu­do te­rá si­do con­tro­la­do.”

* Com in­for­ma­ções da Agên­cia Bra­sil

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,