Ali­a­do do pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro (sem par­ti­do), o de­pu­ta­do Ge­ne­ral Gi­rão (PSL-​RN) con­traiu co­ro­na­ví­rus e pas­sou o fi­nal de se­ma­na in­ter­na­do na Uni­da­de de Te­ra­pia In­ten­si­va (UTI) do hos­pi­tal San­ta Lú­cia, em Bra­sí­lia. Pa­ra ele, o covid-​19 não po­de ser clas­si­fi­ca­do co­mo uma “gri­pe­zi­nha”, co­mo de­fen­de o pre­si­den­te.

Reprodução/​Facebook


Deputado General Girão e presidente Jair Bolsonaro

“Ne­nhum ví­rus po­de ser con­si­de­ra­do uma coi­si­nha de na­da. Não é por aí. Acre­di­to que o pre­si­den­te quan­do se ex­pres­sou di­zen­do que é atle­ta, que tem re­sis­tên­cia a is­so… Pô, eu tam­bém era atle­ta e con­trai pro­ble­mas car­día­cos jus­ta­men­te pe­lo tan­to de es­for­ço que fiz no de­cor­rer da vi­da. Ago­ra pe­guei o ví­rus”, de­sa­ba­fou.

O de­pu­ta­do acu­sou po­si­ti­vo pa­ra o ví­rus no úl­ti­mo dia 19 e pas­sou, des­de en­tão, a cum­prir iso­la­men­to. “Eu ti­ve um sin­to­ma de fe­bre que não pas­sou por três ho­ras, fui pa­ra o hos­pi­tal e fi­quei hos­pi­ta­li­za­do em um quar­to de UTI. Eles trans­for­ma­ram al­gu­mas áre­as pa­ra se­rem uti­li­za­das co­mo áre­as de iso­la­men­to”, con­tou.

Gi­rão con­cor­da com o che­fe do Exe­cu­ti­vo quan­to a não co­lo­car to­do o país em qua­ren­te­na. “Ou­tros ví­rus ata­ca­ram o mun­do re­cen­te­men­te e não ti­ve­ram es­se tra­ta­men­to que o co­ro­na­ví­rus es­tá ten­do”, afir­mou ao com­pa­rar com o H1N1. Po­rém, a H1N1, tam­bém co­nhe­ci­da co­mo In­flu­en­za A, em 16 me­ses ma­tou 18.449 pes­so­as em to­do mun­do. Já o co­ro­na­ví­rus, em ape­nas três me­ses já ul­tra­pas­sou es­se nú­me­ro, che­gan­do nes­ta quarta-​feira (25) a 18.589 mor­tes.

O de­pu­ta­do de­fen­deu que os go­ver­nos es­ta­du­ais es­cu­tem as crí­ti­cas de Bol­so­na­ro quan­to aos su­pos­tos exa­ge­ros que es­ta­ri­am co­me­ten­do. “A gen­te vai es­pe­rar o ou­tro [ví­rus] che­gar sem uma au­to­crí­ti­ca, sem fa­zer uma ava­li­a­ção?”, ques­ti­o­na.

Pa­ra o ge­ne­ral, o pre­si­den­te Bol­so­na­ro de­mons­trou em seu pro­nun­ci­a­men­to na noi­te de on­tem (24) o de­sen­ten­di­men­to que es­tá ha­ven­do en­tre os go­ver­na­do­res es­ta­du­ais e o go­ver­no fe­de­ral. “As pa­la­vras do pre­si­den­te on­tem ma­ni­fes­ta­ram de­sen­ten­di­men­to. Exis­te uma guer­ra de co­mu­ni­ca­ção de­cla­ra­da con­tra ele. Ago­ra es­ta­mos aqui den­tro de ca­sa pre­sos às te­le­vi­sões que in­du­zem a po­pu­la­ção a achar que ele es­tá er­ra­do a to­da ho­ra”, de­fen­deu.

Estado de saúde

Em re­cu­pe­ra­ção do­mi­ci­li­ar, o de­pu­ta­do afir­ma não es­tar mais com fe­bre e nem ter sen­ti­do, em ne­nhum mo­men­to, fal­ta de ar. No ano pas­sa­do, Ge­ne­ral Gi­rão foi sub­me­ti­do a uma ci­rur­gia do co­ra­ção, o que o le­va a to­mar re­mé­di­os con­tro­la­dos.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,