Jair Bol­so­na­ro as­si­nou nes­ta quinta-​feira (6) a Me­di­da Pro­vi­só­ria que pre­vê a trans­fe­rên­cia de R$1,9 bi­lhão pa­ra a Fun­da­ção Oswal­do Cruz (Fi­o­cruz) se­lar o acor­do com a Uni­ver­si­da­de de Ox­ford e o la­bo­ra­tó­rio As­tra­Ze­ne­ca, do Rei­no Uni­do, pa­ra a pro­du­ção da va­ci­na con­tra covid-​19 no Bra­sil. A pre­vi­são pa­ra iní­cio da pro­du­ção da va­ci­na é de­zem­bro des­te ano. As pri­mei­ras do­ses es­ta­rão dis­po­ní­veis pa­ra a po­pu­la­ção em ja­nei­ro de 2021.

Reprodução/​TV Bra­sil


Jair Bolsonaro e o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, na assinatura da MP para produção de vacina contra covid-19

O va­lor con­tem­pla o in­ves­ti­men­to na pes­qui­sa ci­en­tí­fi­ca, que já es­tá na fa­se três, a mais avan­ça­da; trans­fe­rên­cia do In­su­mo Far­ma­cêu­ti­co Ati­vo (IFA) pa­ra a pro­du­ção ini­ci­al de 100 mi­lhões de do­ses; trans­fe­rên­cia de tec­no­lo­gia pa­ra o Bra­sil apren­der a fa­zer o IFA; com­pra de equi­pa­men­tos pa­ra Bi­o­man­gui­nhos, uni­da­de da Fi­o­cruz pro­du­to­ra de imu­no­bi­o­ló­gi­cos e adap­ta­ção das plan­tas de la­bo­ra­tó­ri­os.

O Mi­nis­té­rio da Saú­de pre­vê um re­pas­se de R$ 522,1 mi­lhões na es­tru­tu­ra de Bi­o­man­gui­nhos. O ob­je­ti­vo é am­pli­ar a ca­pa­ci­da­de na­ci­o­nal de pro­du­ção de va­ci­nas e tec­no­lo­gia dis­po­ní­vel pa­ra a pro­te­ção da po­pu­la­ção. Ou­tros R$ 1,3 bi­lhão são des­pe­sas re­fe­ren­tes a pa­ga­men­tos pre­vis­tos no con­tra­to de En­co­men­da Tec­no­ló­gi­ca. Os va­lo­res con­tem­plam a fi­na­li­za­ção da va­ci­na.

Cloroquina

Du­ran­te a so­le­ni­da­de no Pa­lá­cio do Pla­nal­to, o pre­si­den­te vol­tou a cri­ti­car o STF, go­ver­na­do­res, pre­fei­tos e até o ex-​ministro da Saú­de, Luiz Hen­ri­que Man­det­ta, pe­los pro­to­co­los con­trá­ri­os ao uso da clo­ro­qui­na, me­di­ca­men­to sem com­pro­va­ção ci­en­tí­fi­ca con­tra covid-​19 e des­car­ta­da pe­la OMS. “Pi­or que de­ci­são mal to­ma­da é in­de­ci­são. Eu ado­tei es­sa li­nha des­de o co­me­ço. Fi­co tris­te quan­do ve­jo pes­so­as, por de­cre­to, proi­bin­do um de­ter­mi­na­do me­di­ca­men­to. Des­de o co­me­ço as­su­mi es­sa pos­tu­ra, mes­mo não sen­do mé­di­co con­ver­sei com mui­tos e eles me dis­se­ram da ques­tão do ‘fo­ra da bu­la’. Se a prá­ti­ca não ti­ves­se si­do ado­ta­da há dé­ca­das atrás as do­en­ças es­ta­ri­am ai ain­da”, dis­se.

Tam­bém so­bre a clo­ro­qui­na, o pre­si­den­te afir­mou que foi “cer­ce­a­do da pos­si­bi­li­da­de de dis­cu­tir so­bre is­so pe­lo STF. Es­ta­mos com a cons­ci­ên­cia tran­qui­la. Não exis­te ain­da va­ci­na, não exis­te ain­da. La­men­to que che­fes lo­cais es­te­jam proi­bin­do uso dis­so sem apre­sen­tar al­ter­na­ti­va”, apon­tou.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co

,