Con­sul­tas por mu­ni­cí­pio e car­go, aces­so à in­for­ma­ções de­ta­lha­das so­bre a si­tu­a­ção dos can­di­da­tos aos car­gos de pre­fei­to, vice-​prefeito e ve­re­a­dor, que pe­di­ram re­gis­tro pa­ra con­cor­rer às Elei­ções Mu­ni­ci­pais de 2020 já es­tão dis­po­ní­veis na pla­ta­for­ma Di­vul­ga­Cand­Con­tas, do Tri­bu­nal Su­pe­ri­or Elei­to­ral (TSE). A fer­ra­men­ta traz ain­da to­dos os da­dos de­cla­ra­dos à Jus­ti­ça Elei­to­ral, in­clu­si­ve in­for­ma­ções re­la­ti­vas às pres­ta­ções de con­tas dos concorrentes

Mar­cel­lo Ca­sal Jr/​Agência Brasil

O sis­te­ma é aber­to a to­dos os ci­da­dãos, sem ne­ces­si­da­de de ca­das­tro pré­vio ou au­ten­ti­ca­ção de usuá­rio. Na con­sul­ta, bas­ta se­le­ci­o­nar a uni­da­de da fe­de­ra­ção no ma­pa ou a si­gla do es­ta­do que qui­ser in­for­ma­ções. Na pá­gi­na prin­ci­pal do sis­te­ma, o in­te­res­sa­do en­con­tra­rá o quan­ti­ta­ti­vo to­tal de can­di­da­tu­ras por car­go (pre­fei­to, vice-​prefeito e ve­re­a­dor). No ma­pa do Bra­sil, é pos­sí­vel fil­trar a pes­qui­sa cli­can­do na uni­da­de da Fe­de­ra­ção e de­pois no car­go de­se­ja­do. Em se­gui­da, apa­re­ce­rá uma lis­ta com to­dos os po­lí­ti­cos que con­cor­rem ao car­go no estado.

Se­le­ci­o­na­do o no­me do can­di­da­to, é pos­sí­vel ob­ter in­for­ma­ções so­bre o seu nú­me­ro, par­ti­do, com­po­si­ção da co­li­ga­ção que o apoia (se for o ca­so), no­me que usa­rá na ur­na, grau de ins­tru­ção, ocu­pa­ção, si­te do can­di­da­to, li­mi­te de gas­to de cam­pa­nha, pro­pos­ta de go­ver­no, des­cri­ção e va­lo­res dos bens que pos­sui, além de even­tu­ais re­gis­tros cri­mi­nais. Tam­bém é pos­sí­vel acom­pa­nhar a si­tu­a­ção do pe­di­do de re­gis­tro e elei­ções an­te­ri­o­res das quais o can­di­da­to te­nha participado.

Prazo

A fer­ra­men­ta é atu­a­li­za­da to­da ho­ra à me­di­da em que che­gam so­li­ci­ta­ções de re­gis­tros à Jus­ti­ça Elei­to­ral. No dia 26 de se­tem­bro, às 19h, ter­mi­na o pra­zo pa­ra os par­ti­dos po­lí­ti­cos e co­li­ga­ções apre­sen­ta­rem o re­que­ri­men­to de re­gis­tro de can­di­da­tos e cha­pas à Jus­ti­ça Eleitoral.

Ca­so os par­ti­dos po­lí­ti­cos ou co­li­ga­ções não te­nham re­que­ri­do o re­gis­tro de al­gum can­di­da­to es­co­lhi­do em con­ven­ção, a data-​limite pa­ra a for­ma­li­za­ção in­di­vi­du­al do re­gis­tro pe­ran­te o TSE ou al­gum Tri­bu­nal Re­gi­o­nal Elei­to­ral (TRE) é o dia 1º de ou­tu­bro, tam­bém até as 19h.

Situação da candidatura

A si­tu­a­ção do re­gis­tro do can­di­da­to apa­re­ce ao la­do da fo­to, além do ti­po de elei­ção à qual ele es­tá con­cor­ren­do e um guia so­bre os ter­mos, in­clu­si­ve os ju­rí­di­cos, uti­li­za­dos pa­ra de­fi­nir a si­tu­a­ção de­le pe­ran­te a Jus­ti­ça Eleitoral.

Quan­do o pro­ces­so é re­gis­tra­do na Jus­ti­ça Elei­to­ral, é in­for­ma­da a pa­la­vra “ca­das­tra­do” e, em se­gui­da, “aguar­dan­do jul­ga­men­to”. Is­so sig­ni­fi­ca que o can­di­da­to en­vi­ou o pe­di­do de re­gis­tro de can­di­da­tu­ra, mas o pe­di­do ain­da não foi jul­ga­do, ou se­ja, o pro­ces­so es­tá tra­mi­tan­do e aguar­da análise.

Após o pro­ces­so ser apre­ci­a­do, o re­gis­tro po­de ser con­si­de­ra­do “ap­to” ou “inap­to”. Ca­so o can­di­da­to não te­nha ne­nhu­ma con­tes­ta­ção e o pe­di­do te­nha si­do aca­ta­do, a si­tu­a­ção que apa­re­ce­rá no sis­te­ma se­rá “ap­to” e “de­fe­ri­do”. Can­di­da­tos que apa­re­cem co­mo ap­tos, mas hou­ve im­pug­na­ções e a de­ci­são é no sen­ti­do de ne­gar o re­gis­tro. Nes­se ca­so, a si­tu­a­ção se­rá “ap­to” e o com­ple­men­to se­rá “in­de­fe­ri­do com recurso”.

Há ain­da can­di­da­tos que apre­sen­ta­ram o re­gis­tro e as con­di­ções de ele­gi­bi­li­da­de ava­li­a­das fo­ram de­fe­ri­das pe­lo juiz e, no en­tan­to, o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Elei­to­ral (MPE) ou o par­ti­do re­cor­reu da de­ci­são. Nes­sa hi­pó­te­se, a con­di­ção se­rá “ap­to” e “de­fe­ri­do com recurso”.

Na si­tu­a­ção de re­gis­tro jul­ga­do co­mo ap­to, ain­da há pos­si­bi­li­da­des de si­tu­a­ções co­mo “cas­sa­do com re­cur­so” ou “can­ce­la­do com re­cur­so”. Is­so ocor­re quan­do o can­di­da­to te­ve o re­gis­tro cas­sa­do ou can­ce­la­do pe­lo par­ti­do ou por de­ci­são ju­di­ci­al, po­rém apre­sen­tou re­cur­so e aguar­da uma no­va decisão.

Por fim, tam­bém cons­ta do sis­te­ma a con­di­ção de “inap­to”, com os com­ple­men­tos: “can­ce­la­do”, quan­do o can­di­da­to te­ve o re­gis­tro can­ce­la­do pe­lo par­ti­do; “cas­sa­do”; “fa­le­ci­do”; “in­de­fe­ri­do”, quan­do o can­di­da­to não reu­niu as con­di­ções ne­ces­sá­ri­as ao re­gis­tro; “não co­nhe­ci­men­to do pe­di­do”, can­di­da­to cu­jo o pe­di­do de re­gis­tro não foi apre­ci­a­do pe­lo juiz elei­to­ral; e “re­nún­cia”.

Contas

O sis­te­ma tam­bém dis­po­ni­bi­li­za as in­for­ma­ções re­la­ti­vas às pres­ta­ções de con­tas dos can­di­da­tos das elei­ções. O usuá­rio po­de fa­zer a pes­qui­sa das re­cei­tas dos con­cor­ren­tes por do­a­do­res e for­ne­ce­do­res, além de aces­sar a re­la­ção dos mai­o­res do­a­do­res e for­ne­ce­do­res de bens e/​ou ser­vi­ços a can­di­da­tos e par­ti­dos políticos.

Fon­te: Agên­cia Brasil

,