Arquivos de Eleições

O uso de robôs que se pas­sam por pes­so­as re­ais na in­ter­net e en­vi­am men­sa­gens au­to­má­ti­cas pa­ra in­flu­en­ci­ar de­ba­tes po­lí­ti­cos, in­ter­fe­rir no pro­ces­so elei­to­ral ou ge­rar pre­juí­zo ao in­te­res­se pú­bli­co po­de se tor­nar cri­me se for apro­va­do o Pro­je­to de Lei do Se­na­do (PLS) 413/​2017, do se­na­dor Edu­ar­do Bra­ga (PMDB-​AM), que es­tá na pau­ta da Co­mis­são de Cons­ti­tui­ção e Jus­ti­ça (CCJ). O co­le­gi­a­do se reú­ne na quarta-​feira (19) às 10h.

Reprodução/​Congresso em Fo­co

Pe­lo tex­to, a ofer­ta, a con­tra­ta­ção e o uso de fer­ra­men­ta au­to­ma­ti­za­da que si­mu­le pes­soa na­tu­ral pa­ra ge­rar men­sa­gens ou ou­tras in­te­ra­ções, pe­la in­ter­net ou por ou­tras re­des de co­mu­ni­ca­ção, com o ob­je­ti­vo de in­flu­en­ci­ar o de­ba­te po­lí­ti­co ou de in­ter­fe­rir no pro­ces­so elei­to­ral, pas­sa a ser pu­ni­do com pe­na de de­ten­ção de seis me­ses a dois anos e mul­ta.
Leia mais

Com o pra­zo pa­ra a vo­ta­ção do Or­ça­men­to de 2020 che­gan­do ao fim, os lí­de­res par­ti­dá­ri­os di­zem ter fe­cha­do um acor­do so­bre o va­lor do fun­do elei­to­ral. E o que pre­va­le­ceu foi o de­se­jo do go­ver­no, que pe­diu pa­ra o Con­gres­so dei­xar o fun­dão em R$ 2 bi­lhões e não em R$ 3,8 bi­lhões, co­mo de­se­ja­va um gru­po de 13 par­ti­dos po­lí­ti­cos. O re­cuo no va­lor do mon­tan­te que se­rá des­ti­na­do ao fi­nan­ci­a­men­to das cam­pa­nhas mu­ni­ci­pais do pró­xi­mo ano foi con­fir­ma­do pe­lo re­la­tor do Or­ça­men­to, o de­pu­ta­do Do­min­gos Ne­to (PSD-​CE).

Ima­gem Pi­xa­bay

O re­cuo foi anun­ci­a­do na noi­te des­sa segunda-​feira (16), de­pois que Do­min­gos Ne­to se reu­niu com sua equi­pe téc­ni­ca e con­ver­sou com os lí­de­res par­ti­dá­ri­os pa­ra mos­trar que o pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro po­de­ria ve­tar um va­lor que fos­se mui­to aci­ma do es­pe­ra­do. Afi­nal, além de não ser de­se­ja­do pe­lo go­ver­no, o au­men­to pa­ra R$ 3,8 bi­lhões foi cri­ti­ca­do pe­la so­ci­e­da­de ci­vil, já que ti­ra­ria di­nhei­ro de áre­as pri­o­ri­tá­ri­as, in­clu­si­ve do Mi­nis­té­rio da Saú­de, pa­ra po­der ban­car as elei­ções do pró­xi­mo ano. Acordou-​se, en­tão, que era me­lhor fi­car com os R$ 2 bi­lhões ini­ci­al­men­te pre­vis­tos - um va­lor que po­de pas­sar pe­lo cri­vo fo go­ver­no e da so­ci­e­da­de ci­vil.
Leia mais

O Con­gres­so Na­ci­o­nal se ar­ti­cu­la pa­ra der­ru­bar ve­tos do pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro à cha­ma­da mi­nir­re­for­ma elei­to­ral em ses­são con­jun­ta de de­pu­ta­dos e se­na­do­res mar­ca­da pa­ra es­ta terça-​feira (26). O prin­ci­pal ob­je­ti­vo dos par­la­men­ta­res, so­bre­tu­do do Cen­trão, é li­be­rar o au­men­to do fun­do elei­to­ral, des­ti­na­do às cam­pa­nhas mu­ni­ci­pais de 2020, con­for­me cri­té­ri­os de­fi­ni­dos por eles mes­mos. Di­ri­gen­tes par­ti­dá­ri­os se mo­vi­men­tam pa­ra que o va­lor au­to­ri­za­do ano que vem se­ja de R$ 4 bi­lhões, R$ 1,5 bi­lhão a mais do que o go­ver­no ha­via pro­pos­to ini­ci­al­men­te.

Pe­dro França/​Agência Se­na­do


Fachada do Congresso vista pelo Supremo Tribunal Federal

Na con­ta tam­bém es­tá in­cluí­da a re­to­ma­da da pro­pa­gan­da par­ti­dá­ria na TV e no rá­dio, aque­la exi­bi­da in­clu­si­ve em anos não elei­to­rais. De acor­do com o Mi­nis­té­rio da Eco­no­mia, a me­di­da tem im­pac­to or­ça­men­tá­rio de R$ 400 mi­lhões com a com­pen­sa­ção fis­cal da­da às emis­so­ras. Quan­do ex­tin­gui­ram a pro­pa­gan­da par­ti­dá­ria, em 2017, os par­ti­dos ale­ga­ram que o re­cur­so se­ria usa­do no fun­do elei­to­ral.
Leia mais

A Po­lí­cia Fe­de­ral in­di­ci­ou nes­ta segunda-​feira (1º) os as­ses­so­res do mi­nis­tro do Tu­ris­mo, Ál­va­ro Antô­nio, e as can­di­da­tas sus­pei­tas de te­rem si­do usa­das co­mo la­ran­jas pe­lo PSL em Mi­nas Ge­rais nas úl­ti­mas elei­ções. O inqué­ri­to se­rá en­vi­a­do ao Mi­nis­té­rio Pú­bli­co.

Val­ter Campanato/​Agência Bra­sil


Álvaro Antônio ao ser anunciado como ministro, durante o governo de transição

Ao to­do, fo­ram se­te in­di­ci­a­dos: o as­ses­sor es­pe­ci­al, Ma­teus Von Ron­don, e mais dois au­xi­li­a­res do mi­nis­tro Ál­va­ro Antô­nio du­ran­te a cam­pa­nha do Aço de Mi­nas, Ro­ber­to So­a­res e Hais­san­der de Pau­la; além das qua­tro can­di­da­tas sus­pei­tas.

Eles es­tão sen­do in­di­ci­a­das por fal­si­da­de ide­o­ló­gi­ca, apli­ca­ção ir­re­gu­lar de ver­ba e as­so­ci­a­ção cri­mi­no­sa. As pe­nas má­xi­mas pa­ra os três cri­mes são de 9 anos e três me­ses de pri­são.
Leia mais

Ma­teus Von Ron­don, as­ses­sor es­pe­ci­al do mi­nis­tro do Tu­ris­mo, Mar­ce­lo Ál­va­ro Antô­nio, foi pre­so pe­la Po­lí­cia Fe­de­ral em Bra­sí­lia na ma­nhã des­ta quinta-​feira (27). A pri­são faz par­te da ope­ra­ção que in­ves­ti­ga a exis­tên­cia de um es­que­ma de can­di­da­tu­ras la­ran­jas de mu­lhe­res nas elei­ções de 2018, usa­das pa­ra des­vi­ar ver­ba pú­bli­ca elei­to­ral no PSL de Mi­nas Ge­rais. Ou­tros no­mes li­ga­dos ao mi­nis­tro, in­clu­si­ve o co­or­de­na­dor de sua cam­pa­nha em MG, es­tão com man­da­dos de pri­são ex­pe­di­dos pe­la Jus­ti­ça. As in­for­ma­ções es­tão sen­do di­vul­ga­das pe­la im­pren­sa. A Po­lí­cia Fe­de­ral em Mi­nas Ge­rais con­fir­ma a ope­ra­ção, mas ain­da não dá de­ta­lhes.

Val­ter Campanato/​Agência Bra­sil


Ministro Marcelo Álvaro Antônio tem se sustentado no cargo enquanto não há acusações formais contra ele

A sus­pei­ta so­bre o es­que­ma de can­di­da­tas la­ran­jas no PSL mi­nei­ro foi pu­bli­ca­da pe­la Fo­lha de S. Pau­lo em fe­ve­rei­ro. Em de­poi­men­tos an­te­ri­o­res, qua­tro can­di­da­tas do par­ti­do no es­ta­do afir­ma­ram à Po­lí­cia Fe­de­ral te­rem si­do usa­das ou re­ce­bi­dos pro­pos­ta pa­ra se­rem la­ran­jas da le­gen­da, co­man­da­da em Mi­nas Ge­rais em 2018 pe­lo ho­je mi­nis­tro do Tu­ris­mo. Ele ne­ga par­ti­ci­pa­ção no es­que­ma. Em abril, a de­pu­ta­da Alê Sil­va, tam­bém do PSL de MG, de­nun­ci­ou que es­ta­va sen­do ame­a­ça­da à man­do do mi­nis­tro por ter in­ves­ti­ga­do por con­ta pró­pria o es­que­ma de des­vio de ver­ba pú­bli­ca elei­to­ral.

Fon­te: Con­gres­so em Fo­co