Arquivos de Gilmar Mendes

Em pou­co mais de um mês, o mi­nis­tro Gil­mar Men­des, do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ra (STF), de­ter­mi­nou, a ca­da dois di­as, a sol­tu­ra de um in­ves­ti­ga­do em ope­ra­ções de­cor­ren­tes da La­va Ja­to. De 15 de maio a 25 de ju­nho, Gil­mar aten­deu a 23 pe­di­dos de li­ber­da­de a sus­pei­tos pre­sos pe­la Po­lí­cia Fe­de­ral por so­li­ci­ta­ção do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co e de­ter­mi­na­ção da Jus­ti­ça. Du­as pes­so­as fo­ram li­ber­ta­das du­as ve­zes. En­tre elas, o ex-​diretor da De­sen­vol­vi­men­to Ro­do­viá­rio S/​A (Der­sa) Pau­lo Vi­ei­ra de Sou­za, apon­ta­do co­mo ope­ra­dor de pro­pi­nas do PSDB pe­lo gru­po de tra­ba­lho da La­va Ja­to em São Pau­lo. Ao li­ber­tar os in­ves­ti­ga­dos, o mi­nis­tro es­ta­be­le­ceu me­di­das cau­te­la­res, co­mo a proi­bi­ção de man­ter con­ta­to com ou­tros in­ves­ti­ga­dos e de sair do país, com a apre­en­são dos pas­sa­por­tes.

Mar­cel­lo Ca­sal Jr/​Agência Bra­sil


Gilmar é crítico declarado das prisões provisórias. Segundo ele, expediente virou regra e é usado como tortura para fazer delações premiadas

En­tre 15 de maio e 4 de ju­nho, Gil­mar con­ce­deu ha­be­as cor­pus a 19 pes­so­as que ha­vi­am si­do pre­sas em des­do­bra­men­tos da La­va Ja­to. To­das as pri­sões ha­vi­am si­do au­to­ri­za­das pe­lo juiz Mar­ce­lo Bre­tas, da 7ª Va­ra Cri­mi­nal Fe­de­ral do Rio de Ja­nei­ro. À épo­ca, o juiz afir­mou, em ofí­cio en­ca­mi­nha­do ao STF, que “ca­sos de cor­rup­ção e de­li­tos re­la­ci­o­na­dos não po­dem ser tra­ta­dos co­mo cri­mes me­no­res, pois a gra­vi­da­de de ilí­ci­tos pe­nais não de­ve ser me­di­da ape­nas sob o en­fo­que da vi­o­lên­cia fí­si­ca ime­di­a­ta”.
Leia mais

O mi­nis­tro Gil­mar Men­des, do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF), foi al­vo de pro­tes­tos por pas­sa­gei­ros du­ran­te um voo. No ví­deo, que cir­cu­la na in­ter­net e em gru­pos de What­sApp, um pas­sa­gei­ro diz: “Po­lí­cia Fe­de­ral pa­ra ele. O ami­go do Da­ni­el Dan­tas, do Aé­cio Ne­ves”.

Re­pro­du­ção


Aos gritos de "fora Gilmar", o ministro apenas sorri e aguarda o momento de descer do voo

Mais ao fun­do, uma pas­sa­gei­ra pro­vo­ca: “Ver­go­nha pa­ra fa­mí­lia”. Em ou­tro mo­men­to do voo, os pas­sa­gei­ros en­tram no co­ro de “fo­ra Gil­mar”. Ca­la­do, o mi­nis­tro ape­nas sor­ri, sem re­ba­ter às pro­vo­ca­ções. Ain­da não se sa­be quan­do o ví­deo foi gra­va­do e nem o des­ti­no do voo. Pro­cu­ra­da, a as­ses­so­ria do ma­gis­tra­do in­for­mou que ele não co­men­ta­ria o ca­so.
Leia mais

Com o ob­je­ti­vo de des­ti­tuir o mi­nis­tro Gil­mar Men­des de seu car­go do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF), pe­lo me­nos cin­co pe­ti­ções fo­ram pro­to­co­la­das no Se­na­do ape­nas em 2017. No en­tan­to, du­as de­las fo­ram ar­qui­va­das pe­lo pre­si­den­te da Ca­sa, Eu­ní­cio Oli­vei­ra (PMDB-​CE), an­tes mes­mo que ti­ves­sem qual­quer tra­mi­ta­ção. Uma sex­ta foi apre­sen­ta­da no dia 22 de de­zem­bro, mas de­vi­do ao re­ces­so par­la­men­tar, ain­da não foi re­gis­tra­da no sis­te­ma. Es­sa úl­ti­ma foi pre­ce­di­da da en­tre­ga de um abaixo-​assinado vir­tu­al com 1,7 mi­lhão de apoi­os.

Agên­cia Bra­sil


Gilmar foi alvo de seis pedidos de impeachment no Senado em 2017. Questionamentos vão da "atuação político partidária" à participação em julgamentos em que, segundo os autores da petição, deveria se declarar impedido

En­tre­gue pe­la jor­na­lis­ta Eli­sa Rob­son e pe­lo em­pre­sá­rio Pau­lo Ge­ne­ro­so, do Mo­vi­men­to Re­pú­bli­ca de Cu­ri­ti­ba, o do­cu­men­to apon­ta o que os au­to­res da ação con­si­de­ram con­du­ta in­com­pa­tí­vel de Gil­mar com a hon­ra, a dig­ni­da­de e o de­co­ro de su­as fun­ções; o exer­cí­cio de ati­vi­da­de político-​partidária; a prá­ti­ca de ati­tu­de pa­ten­te­men­te de­si­di­o­sa no cum­pri­men­to dos de­ve­res do car­go; o pro­fe­ri­men­to de jul­ga­men­to quan­do de­ve­ria se de­cla­rar le­gal­men­te sus­pei­to na cau­sa, e o es­ta­be­le­ci­men­to de re­la­ções com in­ves­ti­ga­dos.
Leia mais