Arquivos de Governo Bolsonaro

No meio da cri­se ins­ta­la­da no PSL, o lí­der do par­ti­do na Câ­ma­ra, De­le­ga­do Wal­dir (PSL/​GO), afir­mou que o pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro não con­ver­sa com ele des­de a elei­ção. “Eu não fa­lo com Bol­so­na­ro des­de a elei­ção de­le”, afir­mou Wal­dir. “Ele tem mui­ta pre­o­cu­pa­ção né? Tem de­sem­pre­go, tem vi­o­lên­cia, ele tem mui­to trem pa­ra se pre­o­cu­par”, jus­ti­fi­cou.

Reprodução/​Congresso em Fo­co


Delegado Waldir afirma que não fala com Jair Bolsonaro desde a eleição

Na agen­da ofi­ci­al da pre­si­dên­cia cons­ta ao me­nos um en­con­tro en­tre Bol­so­na­ro e Wal­dir, que te­ria acon­te­ci­do no dia 14 de maio, às 17h10. Não há con­fir­ma­ção da pre­sen­ça de Wal­dir na reu­nião. Des­de en­tão, ne­nhum en­con­tro ofi­ci­al do pre­si­den­te com o lí­der do par­ti­do na Câ­ma­ra é re­gis­tra­da na agen­da pre­si­den­ci­al.
Leia mais

O lí­der do PSL na Câ­ma­ra, De­le­ga­do Wal­dir (PSL/​GO), de­cla­rou que o par­ti­do vai exi­gir o man­da­to par­la­men­tar de to­dos os de­pu­ta­dos que de­ci­di­rem sair da si­gla. Se­gun­do o lí­der, não exis­te a pos­si­bi­li­da­de de acor­do pa­ra que os par­la­men­ta­res sai­am com os man­da­tos. Wal­dir afir­mou que ha­ve­rá apli­ca­ção de san­ções con­tra os mem­bros que es­tão cau­san­do o ra­cha in­ter­no, mas afir­mou que o PSL não vai ex­pul­sar nin­guém.

Fa­bio Ro­dri­gues Pozzebom/​Agência Bra­sil


Delegado Waldir, líder da bancada do PSL na Câmara, afirma que deputados que deixaram o PSL perderão o mandato

“Não tem ne­go­ci­a­ção de saí­da, não ja­ne­la, não tem ne­go­ci­a­ção. Não tem ne­nhu­ma ne­go­ci­a­ção”, dis­se en­fa­ti­ca­men­te o lí­der da si­gla na Câ­ma­ra. Quan­do ques­ti­o­na­do so­bre o ca­so da de­pu­ta­da Alê Sil­va (MG), que afir­mou ao Con­gres­so em Fo­co que irá mi­grar pa­ra o Po­de­mos, Wal­dir dis­se que o PSL pe­di­rá o man­da­to de­la. “Exis­tem cen­te­nas de su­plen­tes no Bra­sil to­do em bus­ca de um man­da­to par­la­men­tar. Aque­le que sair, com cer­te­za o par­ti­do vai pe­dir es­te man­da­to”, afir­mou.
Leia mais

A Po­lí­cia Fe­de­ral cum­pre nes­ta ma­nhã (15) man­da­tos de bus­ca e apre­en­são em en­de­re­ços em Per­nam­bu­co li­ga­dos ao pre­si­den­te do PSL, de­pu­ta­do Lu­ci­a­no Bi­var. A ope­ra­ção faz par­te de uma in­ves­ti­ga­ção que apu­ra can­di­da­tas la­ran­jas no par­ti­do do pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, Jair Bol­so­na­ro.

Agên­cia Câ­ma­ra


Polícia Federal faz busca e apreensão em endereços ligados a Bivar

No­ve man­da­dos fo­ram au­to­ri­za­dos pe­lo Tri­bu­nal Re­gi­o­nal Elei­to­ral de Per­nam­bu­co (TRE-​PE), pa­ra a ope­ra­ção Gui­nhol, aten­den­do uma so­li­ci­ta­ção do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Elei­to­ral. Um de­les é pa­ra a ca­sa de Bi­var, de acor­do com a Fo­lha de S. Pau­lo.
Leia mais

O PSDB es­cre­veu nes­te do­min­go (13) um co­men­tá­rio no Twit­ter no qual clas­si­fi­ca o mi­nis­tro da Edu­ca­ção, Abraham Wein­traub, co­mo “do­en­ça ter­mi­nal da Edu­ca­ção no Bra­sil”. A men­sa­gem foi uma res­pos­ta a um xin­ga­men­to que Wein­traub fez ao ex-​presidente Fer­nan­do Hen­ri­que Car­do­so (PSDB) no sá­ba­do (12). O mi­nis­tro com­pa­rou o tu­ca­no à Aids du­ran­te dis­cur­so na CPAC Bra­sil.

Agên­cia Bra­sil


O ministro da Educação, Abraham Weintraub

O che­fe da pas­ta da Edu­ca­ção tam­bém re­la­ci­o­nou as idei­as de­fen­di­da pe­la pro­fes­so­ra da Uni­ver­si­da­de de São Pau­lo (USP), Ma­ri­le­na Chauí, ao “dis­cur­so do Ter­cei­ro Rei­ch” na­zis­ta. No sá­ba­do, o ter­cei­ro fi­lho do man­da­tá­rio da Re­pú­bli­ca, de­pu­ta­do fe­de­ral Edu­ar­do Bol­so­na­ro (PSL-​SP), or­ga­ni­zou em São Pau­lo a ver­são bra­si­lei­ra da Con­ser­va­ti­ve Po­li­ti­cal Ac­ti­on Con­fe­ren­ce - Con­fe­rên­cia de Ação Po­lí­ti­ca Con­ver­sa­do­ra, em tra­du­ção li­vre -, a CPAC Bra­sil.
Leia mais

Prin­ci­pal ar­ti­cu­la­dor do Con­gres­so, o pre­si­den­te da Câ­ma­ra, Ro­dri­go Maia (DEM-​RJ), tem si­do cha­ma­do por co­le­gas de primeiro-​ministro, tal seu po­der pa­ra fa­zer as pau­tas an­da­rem na Ca­sa. E o seu pro­ta­go­nis­mo de­ve cres­cer ain­da mais com o even­tu­al iso­la­men­to do pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro, em ro­ta de co­li­são com a cú­pu­la de seu par­ti­do. Com Maia, quem tam­bém ten­de a se for­ta­le­cer é o cha­ma­do Cen­trão, gru­po in­for­mal de par­ti­dos en­ca­be­ça­do por de­pu­ta­dos de PP, DEM, PR, PRB, MDB e So­li­da­ri­e­da­de.

Antô­nio Cruz/​Agência Bra­sil


Rodrigo Maia tende a se fortalecer ainda mais com a briga de Bolsonaro com seu partido

Pa­ra o ci­en­tis­ta po­lí­ti­co Cre­o­mar de Sou­za, pro­fes­sor da Fa­cul­da­de Mac­ken­zie em Bra­sí­lia, o rom­pi­men­to en­tre Bol­so­na­ro e uma ala do PSL re­duz a cer­ca de 30 de­pu­ta­dos o to­tal de vo­tos com os quais ele po­de­rá con­tar, de fa­to, pa­ra apro­var su­as pro­pos­tas. Es­se é o nú­me­ro de par­la­men­ta­res que de­ve acom­pa­nhar o pre­si­den­te ca­so ele de­ci­da mu­dar de le­gen­da. Com os de­mais, ele te­rá de ne­go­ci­ar vo­to a vo­to, a exem­plo do que acon­te­ce ho­je com as de­mais ban­ca­das.
Leia mais

O lí­der do PSL na Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos, de­le­ga­do Wal­dir (GO), co­brou do go­ver­no fe­de­ral mai­or trans­pa­rên­cia em re­la­ção aos gas­tos de car­tão cor­po­ra­ti­vo. “Por ques­tão de trans­pa­rên­cia e com­ba­te a cor­rup­ção acho que de­ve­mos abrir tam­bém o car­tão cor­po­ra­ti­vo da Pre­si­dên­cia, mi­nis­tros.. Nin­guém de­ve ser imu­ne”, dis­se ao Con­gres­so em Fo­co.

Antô­nio Augusto/​Câmara dos De­pu­ta­dos


A declaração de Waldir acontece em meio a crise entre o presidente da República e o PSL

Os car­tões cor­po­ra­ti­vos exis­tem des­de 2001 e ser­vem pa­ra a equi­pe do go­ver­no pa­gar des­pe­sas ur­gen­tes. Os va­lo­res de­sem­bol­sa­dos es­tão dis­po­ní­veis no Por­tal da Trans­pa­rên­cia, mas mui­tas in­for­ma­ções co­mo da­ta e no­me do fa­vo­re­ci­do são clas­si­fi­ca­das co­mo si­gi­lo­sas.
Leia mais

A 11ª Va­ra Fe­de­ral do Rio de Ja­nei­ro der­ru­bou nes­ta segunda-​feira (7), em li­mi­nar, a por­ta­ria do Mi­nis­té­rio da Ci­da­da­nia que sus­pen­dia o edi­tal de sé­ri­es com te­má­ti­ca LGBT, cri­ti­ca­do pe­lo pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro du­ran­te uma li­ve em 15 de agos­to. Na de­ci­são, a juí­za Lau­ra Bas­tos Car­va­lho afir­ma que a po­si­ção do go­ver­no traz in­dí­ci­os de dis­cri­mi­na­ção.

El­za Fiuza/​Agência Bra­sil


Justiça derruba portaria que suspendia edital de séries LGBT

“A ale­ga­ção de uma ne­ces­si­da­de que, em uma pri­mei­ra aná­li­se, é ir­re­le­van­te pa­ra o pros­se­gui­men­to do cer­ta­me sus­pen­so, traz in­dí­ci­os de que a dis­cri­mi­na­ção ale­ga­da pe­lo Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral po­de es­tar sen­do pra­ti­ca­da”, ana­li­sa.

Após as crí­ti­cas do pre­si­den­te Bol­so­na­ro so­bre o edi­tal pro­mo­vi­do pe­la Agên­cia Na­ci­o­nal do Ci­ne­ma (An­ci­ne), o mi­nis­tro Os­mar Ter­ra, da Ci­da­da­nia, edi­tou uma por­ta­ria sus­pen­den­do o edi­tal no mes­mo mês, em “ra­zão da ne­ces­si­da­de de re­com­por os mem­bros do Co­mi­tê Ges­tor do Fun­do Se­to­ri­al do Au­di­o­vi­su­al (CGFSA)”. Após a sus­pen­são, o se­cre­ta­rio es­pe­ci­al da Cul­tu­ra, Hen­ri­que Pi­res, se de­mi­tiu do pos­to.
Leia mais

Uma di­ri­gen­te do PSL de Mi­nas Ge­rais afir­mou em de­poi­men­to à Po­lí­cia Fe­de­ral que par­te dos gas­tos da cam­pa­nha do atu­al mi­nis­tro do Tu­ris­mo, Mar­ce­lo Ál­va­ro Antô­nio, foi pa­gos dois di­as an­tes da elei­ção, por meio de di­nhei­ro vi­vo, trans­por­ta­do em uma ma­la da gri­fe La­cos­te.

Val­ter Camapanato/​Agência Bra­sil


Ex-presidente do PSL em Minas, Marcelo Álvaro Antônio é acusado por candidata de tê-la chamado para ser candidata-laranja

Vice-​presidente da si­gla em Con­se­lhei­ro La­fai­e­te (MG), Iva­ne­te Ma­ria da Sil­va No­guei­ra fa­lou à PF du­as ve­zes Na úl­ti­ma vez, em 27 de agos­to, ela en­tre­gou do­cu­men­tos de com­pro­va­ção de con­tra­ta­ção de pan­fle­tei­ros e de um sa­lão pa­ra o lan­ça­men­to re­gi­o­nal da cam­pa­nha de Ál­va­ro Antô­nio, que foi o de­pu­ta­do fe­de­ral mais vo­ta­do do es­ta­do. As in­for­ma­ções são da Fo­lha de S.Paulo.
Leia mais

As in­ves­ti­ga­ções so­bre as can­di­da­tu­ras la­ran­jas do PSL em Mi­nas Ge­rais apon­tam que o pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro foi be­ne­fi­ci­a­do pe­lo es­que­ma, que le­vou ao in­di­ci­a­men­to do mi­nis­tro do Tu­ris­mo, Ál­va­ro An­to­nio, na úl­ti­ma sexta-​feira (4). Ma­té­ria pu­bli­ca­da nes­te do­min­go (6) pe­lo jor­nal Fo­lha de São Pau­lo afir­ma que o co­or­de­na­dor da cam­pa­nha de Ál­va­ro An­to­nio dis­se à Po­lí­cia Fe­de­ral (PF) que par­te do di­nhei­ro des­vi­a­do por meio de cai­xa dois foi usa­da na cam­pa­nha de Bol­so­na­ro no es­ta­do. Uma pla­ni­lha que es­tá em pos­se da PF tam­bém su­ge­re o en­vol­vi­men­to.

Agên­cia Brasil/​EBC


Parte dos recursos desviados pelas candidaturas laranjas foi usada na campanha do presidente Bolsonaro em Minas Gerais, segundo a Folha de São Paulo

Se­gun­do a Fo­lha, o ex-​assessor par­la­men­tar de Ál­va­ro An­to­nio dis­se à Po­lí­cia Fe­de­ral que “acha que par­te dos va­lo­res de­po­si­ta­dos pa­ra as cam­pa­nhas fe­mi­ni­nas [qua­tro can­di­da­tu­ras la­ran­jas], na ver­da­de, foi usa­da pa­ra pa­gar ma­te­ri­al de cam­pa­nha de Mar­ce­lo Ál­va­ro Antô­nio e de Jair Bol­so­na­ro”. A fa­la faz par­te do de­poi­men­to co­lhi­do em 27 de ju­nho, de­pois que o as­ses­sor Hais­san­der Sou­za de Pau­la foi pre­so, jun­to com ou­tros as­ses­so­res do mi­nis­tro do Tu­ris­mo, du­ran­te a Ope­ra­ção Su­frá­gio Os­ten­ta­ção, que in­ves­ti­ga­va as can­di­da­tu­ras la­ran­jas em Mi­nas Ge­rais.
Leia mais

A Po­lí­cia Fe­de­ral (PF) in­di­ci­ou o mi­nis­tro do Tu­ris­mo, Mar­ce­lo Ál­va­ro Antô­nio (PSL), e mais dez pes­so­as no inqué­ri­to que apu­ra o uso de can­di­da­tu­ras la­ran­jas nas elei­ções de 2018, em Mi­nas Ge­rais. Ele é sus­pei­to de ter pra­ti­ca­do o cri­me elei­to­ral de omis­são na pres­ta­ção de cam­pa­nha e o cri­me de as­so­ci­a­ção cri­mi­no­sa.

Val­ter Campanato/​Agência Bra­sil


Ministro Marcelo Álvaro Antônio foi indiciado pela PF

Além de Mar­ce­lo, fo­ram in­di­ci­a­dos tam­bém o de­pu­ta­do es­ta­du­al Iri­neu Ina­cio da Sil­va (PSL-​MG), qua­tro sus­pei­tas de se­rem can­di­da­tas la­ran­jas, em­pre­sá­ri­os, as­ses­so­res e ex-​assessores do mi­nis­tro do Tu­ris­mo, pre­sos em ju­nho des­te ano. As in­for­ma­ções são do G1. O in­di­ci­a­men­to foi uma con­sequên­cia do con­clu­são do inqué­ri­to da PF. Ago­ra, ca­be ao Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Elei­to­ral (MPE) de­ci­dir se acei­ta ou não a de­nún­cia.
Leia mais