Arquivos de Governo Bolsonaro

O mi­nis­tro da Eco­no­mia, Pau­lo Gue­des, afir­mou que o pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro (Sem par­ti­do) apoia as re­for­mas econô­mi­cas pen­sa­das pe­la pas­ta, mas exis­te um pro­ble­ma de ti­ming, cau­sa­do pe­los pro­tes­tos em paí­ses latino-​americanos.

Mar­ce­lo Camargo/​Agência Bra­sil


O ministro da Economia, Paulo Guedes

Nas úl­ti­mas se­ma­nas, chi­le­nos, bo­li­vi­a­nos, co­lom­bi­a­nos e equa­to­ri­a­nos fo­ram às ru­as pe­dir mu­dan­ças na con­du­ção po­lí­ti­ca dos seus res­pec­ti­vos paí­ses. Em al­guns ca­sos, co­mo no Chi­le, as ma­ni­fes­ta­ções vi­e­ram acom­pa­nha­das de uma es­ca­la­da na vi­o­lên­cia, com mi­lha­res de pes­so­as de­ti­das e inú­me­ros ca­sos de abu­so por par­te de agen­tes do es­ta­do.
Leia mais

O se­cre­tá­rio es­pe­ci­al de Pre­vi­dên­cia e Tra­ba­lho do Mi­nis­té­rio da Eco­no­mia, Ro­gé­rio Ma­ri­nho, mi­ni­mi­zou nes­ta segunda-​feira (18) a in­sa­tis­fa­ção no Le­gis­la­ti­vo com o pon­to da me­di­da pro­vi­só­ria de es­tí­mu­lo ao em­pre­go de jo­vens que re­gu­la­men­ta a ta­xa­ção do seguro-​desemprego. “O Con­gres­so tem le­gi­ti­mi­da­de pa­ra aper­fei­ço­ar o pro­je­to”, dis­se ao Con­gres­so em Fo­co.

Pa­blo Valadares/​Agência Câ­ma­ra


Rogério Marinho, secretário especial da Previdência, conversa com o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo

Na se­ma­na pas­sa­da, o lí­der do go­ver­no no Se­na­do, Fer­nan­do Be­zer­ra Co­e­lho (MDB-​PE), ad­mi­tiu que, di­an­te da re­a­ção de se­na­do­res e de­pu­ta­dos, se­rá pre­ci­so ajus­tar es­se pon­to do pro­gra­ma du­ran­te a aná­li­se da MP pe­lo Con­gres­so.
Leia mais

Governo corre contra o tempo para salvar novo Mais Médicos

segunda-feira, 18 de novembro de 2019 14:59 Notícias

O Con­gres­so Na­ci­o­nal tem ape­nas dez di­as pa­ra vo­tar a me­di­da pro­vi­só­ria (MP 890/​19) que cria o pro­gra­ma Mé­di­cos pe­lo Bra­sil, que subs­ti­tui o Mais Mé­di­cos, em vi­gor des­de 2013. A MP pre­ci­sa pas­sar pe­la Câ­ma­ra, on­de aguar­da vo­ta­ção em ple­ná­rio, e pe­lo Se­na­do até o pró­xi­mo dia 28. Do con­trá­rio, a me­di­da pro­vi­só­ria que pre­ten­de le­var pro­fis­si­o­nais de saú­de às re­giões mais re­mo­tas do país per­de­rá va­li­da­de.

Fa­bio Ro­dri­gues Pozzebom/​Agência Bra­sil


Será votada a Medida Provisória 890/19 cria o Médicos pelo Brasil, programa substituto do Mais Médicos

O ca­len­dá­rio aper­ta­do pre­o­cu­pa o Pa­lá­cio do Pla­nal­to. O lí­der do go­ver­no na Câ­ma­ra, Ma­jor Vi­tor Hu­go (PSL-​GO), adi­an­tou ao Con­gres­so em Fo­co, que vai pe­dir aos pre­si­den­tes da Ca­sa, Ro­dri­go Maia (DEM-​RJ), e do Se­na­do, Da­vi Al­co­lum­bre (DEM-​AP), que pri­o­ri­zem a vo­ta­ção da MP 890. “O pra­zo é mui­to cur­to. Mas é pos­sí­vel apro­var o quan­to an­tes na Câ­ma­ra e ne­go­ci­ar com o pre­si­den­te do Se­na­do”, dis­se o de­pu­ta­do.
Leia mais

O mi­nis­tro da Edu­ca­ção, Abraham Wein­traub, res­pon­deu a uma usuá­ria do Twit­ter cha­man­do a mãe de­la de “égua sar­nen­ta e des­den­ta­da”. O co­men­tá­rio foi uma res­pos­ta a crí­ti­cas que Wein­traub re­ce­beu por de­fen­der a Mo­nar­quia du­ran­te o fe­ri­a­do da pro­cla­ma­ção da Re­pú­bli­ca na úl­ti­ma sexta-​feira (15).

Agên­cia Bra­sil


O ministro da Educação, Abraham Weintraub


Leia mais

Du­as me­di­das pro­vi­só­ri­as es­tão pa­ra­das no Con­gres­so há mais de 65 di­as es­pe­ran­do que o pre­si­den­te do Se­na­do, Da­vi Al­co­lum­bre (DEM-​AP), ins­ti­tua co­mis­sões es­pe­ci­ais pa­ra analisá-​las. Ca­so os tex­tos não se­jam vo­ta­dos pe­la Câ­ma­ra e pe­lo Se­na­do, eles per­dem o va­lor de lei.

Ro­que de Sá/​Agência Se­na­do


Brasília tem expectativa de dia tenso por causa da crise no partido do presidente da República e votações polêmicas

As du­as me­di­das pa­ra­li­sa­das são a MP 895, que cria a car­tei­ra de es­tu­dan­te di­gi­tal, e a MP 896, que dis­pen­sa a obri­ga­to­ri­e­da­de da pu­bli­ca­ção de li­ci­ta­ções de ór­gãos pú­bli­cos em jor​nais​.Na quinta-​feira pas­sa­da (7), o pra­zo de vi­gên­cia ini­ci­al das du­as me­di­das aca­bou. Nes­ses ca­sos, os tex­tos con­ti­nu­am em vo­ga e o tem­po de aná­li­se é du­pli­ca­do, so­man­do 120 di­as no to­tal. Ca­so não se­jam vo­ta­dos nes­se pe­río­do, as MPs ca­du­cam.
Leia mais

Lí­der do go­ver­no no Con­gres­so, o se­na­dor Edu­ar­do Go­mes (MDB-​TO) dis­se nes­ta terça-​feira (12) que a co­mis­são mis­ta que vai de­fi­nir o tex­to fi­nal da re­for­ma tri­bu­tá­ria só de­ve ser ins­ta­la­da no pró­xi­mo ano. Ele su­ge­riu que não há mais tem­po de cri­ar um con­sen­so so­bre a com­po­si­ção des­sa co­mis­são nes­te ano, o que de­ve atra­sar ain­da mais a apro­va­ção da me­di­da. Mas ga­ran­tiu que o adi­a­men­to não di­mi­nui as con­quis­tas econô­mi­cas ob­ti­das pe­lo go­ver­no no Con­gres­so Na­ci­o­nal nes­te ano.

Di­vul­ga­ção


PEC da reforma tributária está em discussão na Câmara e no Senado

“Não dá tem­po de fa­zer tu­do ao mes­mo tem­po. Só te­mos mais qua­tro se­ma­nas de ple­ná­rio, com Or­ça­men­to pa­ra ser apro­va­do ain­da”, ar­gu­men­tou Edu­ar­do Go­mes. Ele lem­brou que ain­da não há de­fi­ni­ção, por exem­plo, de quem se­rá o re­la­tor da re­for­ma tri­bu­tá­ria na co­mis­são mis­ta. Ho­je, o tex­to é re­la­ta­do por Agui­nal­do Ri­bei­ro (PP-​PB) na Câ­ma­ra e por Ro­ber­to Ro­cha (PSDB-​MA) no Se­na­do, mas um ter­cei­ro no­me de­ve ser es­co­lhi­do nes­ta co­mis­são, que te­rá co­mo ob­je­ti­vo jus­ta­men­te cri­ar um con­sen­so en­tre a Câ­ma­ra, o Se­na­do e o go­ver­no so­bre o tex­to da re­for­ma tri­bu­tá­ria.
Leia mais

O Se­na­do Fe­de­ral não con­se­guiu vo­tar na ses­são de­li­be­ra­ti­va des­ta terça-​feira (12) os des­ta­ques apre­sen­ta­dos à PEC pa­ra­le­la da re­for­ma da Pre­vi­dên­cia por con­ta do bai­xo quó­rum. Mes­mo as­sim, a Ca­sa apro­vou ou­tras me­di­das de in­te­res­se do go­ver­no, co­mo a me­di­da pro­vi­só­ria que cria no­vas re­gras pa­ra o sa­que do FGTS.

Mar­cos Oliveira/​Agência Se­na­do

De acor­do com o tex­to apro­va­do pe­lo Se­na­do, o sa­que do FGTS que po­de­rá ser fei­to no mês de ani­ver­sá­rio po­de ser de até R$ 998 - va­lor su­pe­ri­or aos R$ 550 pro­pos­tos pe­lo go­ver­no na edi­ção des­sa me­di­da pro­vi­só­ria, em ju­lho. A me­di­da vai à san­ção.
Leia mais

O pro­gra­ma do go­ver­no fe­de­ral que quer in­cen­ti­var a con­tra­ta­ção de jo­vens no mer­ca­do de tra­ba­lho bra­si­lei­ro não foi mui­to bem re­ce­bi­do no Se­na­do. É que, en­tre os pon­tos do cha­ma­do Pro­gra­ma Ver­de e Ama­re­lo, es­tá a pos­si­bi­li­da­de de ta­xar o seguro-​desemprego. Os se­na­do­res não que­rem, con­tu­do, ta­xar o be­ne­fí­cio e, por is­so, já ava­li­am al­ter­na­ti­vas à pro­pos­ta. Lí­der do go­ver­no no Se­na­do, Fer­nan­do Be­zer­ra Co­e­lho (MDB-​PE) ad­mi­tiu que, di­an­te des­sa re­a­ção, se­rá pre­ci­so ajus­tar es­se pon­to do pro­gra­ma du­ran­te a vo­ta­ção do Con­gres­so.

Por­tal Bra­sil

“De fa­to, hou­ve uma re­a­ção mui­to for­te à ta­xa­ção so­bre o seguro-​desemprego den­tro do Se­na­do Fe­de­ral. En­tão, ago­ra, na apre­ci­a­ção da ma­té­ria na co­mis­são mis­ta, se ten­ta­rá iden­ti­fi­car ou­tras fon­tes pa­ra fi­nan­ci­ar a ge­ra­ção de em­pre­go, so­bre­tu­do pa­ra os jo­vens”, con­fir­mou Fer­nan­do Be­zer­ra Co­e­lho, mos­tran­do que o go­ver­no es­tá dis­pos­to a ne­go­ci­ar es­se pon­to do pro­gra­ma que foi anun­ci­a­do nes­sa segunda-​feira (12) pe­lo pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro e edi­ta­do por meio da me­di­da pro­vi­só­ria 905/​2019 nes­ta terça-​feira (12).
Leia mais

O pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro san­ci­o­nou nes­ta segunda-​feira (11) um tre­cho da Lei 13.834, de 2019, que pu­ne com dois a oi­to anos de pri­são quem di­vul­gar no­tí­ci­as fal­sas com fi­na­li­da­de elei­to­ral.

A lei ha­via si­do san­ci­o­na­da ori­gi­nal­men­te em ju­nho, mas um ve­to par­ci­al dei­xou de fo­ra o dis­po­si­ti­vo que ti­pi­fi­ca co­mo cri­me a dis­se­mi­na­ção de fa­ke news nas elei­ções. O ve­to foi der­ru­ba­do pe­lo Con­gres­so em agos­to, o que de­ter­mi­nou a atu­a­li­za­ção da nor­ma.
Leia mais

Di­an­te das ma­ni­fes­ta­ções po­pu­la­res pe­din­do o re­tor­no da pri­são em se­gun­da ins­tân­cia, que foi en­ten­di­da co­mo in­cons­ti­tu­ci­o­nal pe­lo Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF), da li­ber­ta­ção de Lu­la e de ou­tros pre­sos da La­va Ja­to, de­pu­ta­dos da ala bi­va­ris­ta do PSL pro­me­tem tra­var o an­da­men­to de to­das as pau­tas no Ple­ná­rio até que a pro­pos­ta de emen­da à Cons­ti­tui­ção (PEC) que tra­ta do as­sun­to es­te­ja ca­mi­nhan­do den­tro da Câ­ma­ra. Es­ta ação po­de bar­rar pro­je­tos im­por­tan­tes pa­ra o go­ver­no de Jair Bol­so­na­ro.

Fe­li­pe Frazão/​Agência Bra­sil

Os de­pu­ta­dos pro­me­te­ram, em co­mu­ni­ca­do en­vi­a­do ao pre­si­den­te da Ca­sa, Ro­dri­go Maia (DEM-​RJ), que es­tão em re­gi­me de obs­tru­ção até que a me­di­da es­te­ja na pau­ta. Ape­sar de te­rem usa­do o ter­mo “obs­tru­ção” no co­mu­ni­ca­do, es­te re­gi­me só po­de ser ado­ta­do pe­lo lí­der do par­ti­do na Câ­ma­ra, ou se­ja, pe­lo fi­lho do pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, Edu­ar­do Bol­so­na­ro (SP) que não as­si­nou a car­ta. Po­rém, ca­so to­dos os 14 de­pu­ta­dos que as­si­na­ram o do­cu­men­to ten­tem cum­prir a pro­mes­sa, mes­mo que tec­ni­ca­men­te não es­tan­do em obs­tru­ção, na prá­ti­ca eles po­dem atra­pa­lhar o an­da­men­to dos tra­ba­lhos.
Leia mais