Arquivos de Greve Geral

Centrais sindicais convocaram para está sexta-feira (30) uma nova greve geral em protesto contra as reformas da Previdência e trabalhista do governo Michel Temer (PMDB). O movimento, convocado pelas centrais sindicais e também pelas as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, promete ser menor que o último ato realizado no dia 28 de abril. No entanto, em diversas cidades do país, o dia promete ser de paralisação e protestos.

Mídia Ninja


Manifestantes protestam pelo fim das reformas de Temer, por Diretas Já e pela saída do presidente do cargo

Além das reformas, os manifestantes também protestam pelo “Fora Temer” e pelas “Diretas Já”. Na última quarta-feira (28), a reforma trabalhista avançou no Senado, com aprovação do parecer favorável na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa.
Leia mais

Hoje o Brasil parou! A Greve Geral de 28 de abril de 2017 vai entrar para a história! O povo brasileiro, os trabalhadores, os sindicatos, as centrais sindicais e vários movimentos populares se uniram para lutar contra as Reformas da Previdência e Trabalhista que estão em tramitação no Congresso e no Senado e que poderão dizimar os direitos dos trabalhadores e acabar com a aposentadoria, caso sejam aprovadas.

Fotos: Assessoria de Comunicação do Sinterc



Equipe do Sinterc participou de mobilização que culminou na adesão à Greve Geral dos motoristas e cobradores do transporte coletivo de Bauru


Mobilização teve o apoio do pessoal da Força Sindical e da CUT





Manifestações pararam Bauru; Passeata teve início em frente a Câmara Municipal

Em Bauru, o Sinterc está participando ativamente das manifestações. Nossa equipe participou de assembleia dos motoristas e cobradores do transporte coletivo que decidiram não sair com os veículos, parando o transporte público na cidade. Pela manhã, em frente à Câmara Municipal de Bauru, o povo bauruense se uniu e realizou uma grande manifestação.

Clique aqui e confira mais fotos na página do Sinterc no Facebook.

A paralisação de 24 horas, marcada para hoje (28) por centrais sindicais, deixa Brasília sem transporte de ônibus e de metrô. Com isso, quem está se deslocando para o trabalho procura o transporte alternativa, como vans, táxis e veículos particulares.

Nilson Carvalho/Agência Brasília


Brasília amanheceu sem a circulação de ônibus

Os acessos para o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek estão interditados pela Polícia Militar por medida de precaução, pois manifestantes bloquearam as vias e puseram fogo em barreiras de pneus. Algumas pessoas deixaram os veículos e foram a pé até o terminal.
Leia mais

Nove centrais sindicais e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo convocaram uma greve geral nacional para esta sexta-feira (28) contra as reformas da Previdência e trabalhista e a Lei da Terceirização. Várias categorias profissionais realizaram assembleias e anunciaram adesão ao movimento. O Palácio do Planalto informou que irá acompanhar a greve e as manifestações previstas. O entendimento é de que as mobilizações irão transcorrer dentro da normalidade e ficarão restritas às grandes cidades.

Valter Campanato/Agência Brasil


Em Brasília (DF), soldados da Guarda Presidencial fazem a segurança no Palácio do Planalto para as manifestações previstas para esta sexta-feira

Segundo o secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna, um dos motivos da greve de hoje é contra novas regras previstas na reforma previdenciária, como a definição de uma idade mínima para o trabalhador poder se aposentar. “Estamos batalhando contra aspectos como idade mínima para aposentadoria, a regra de transição, que acaba prejudicando os trabalhadores que começaram mais cedo. Além disso, lutamos pela manutenção do salário como patamar mínimo de benefício”, disse.
Leia mais