Arquivos de Inflação

Nas redes sociais do Governo, o Brasil está em festa verde-amarela, comemorando o fim da grave recessão econômica e rumo à franca recuperação. No mundo virtual encantado do Twitter e do Facebook do presidente Michel Temer, a recessão acabou e agora a prioridade é gerar empregos.

Reprodução

Na vida real, também fortemente conectada com as redes sociais de milhões de brasileiros usuários, analistas econômicos alertam que ainda é cedo para decretar que o país encerrou o ciclo da recessão. Especialmente porque as incertezas causadas pelo aprofundamento da crise política podem atrasar as reformas e continuar afetando a economia nos próximos meses.
Leia mais

O mercado financeiro reduziu a projeção para a inflação este ano pela décima vez seguida. A estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 4,01% para 3,93%, de acordo com o boletim Focus, uma publicação elaborada todas as semanas, pelo Banco Central (BC), e divulgada às segundas-feiras.

Divulgação/Banco Central do Brasil

A projeção para a inflação este ano está abaixo do centro da meta, que é de 4,5%. A meta tem ainda limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2018, a estimativa caiu 4,39% para 4,36%.
Leia mais

O mercado financeiro reduziu – pela nona vez seguida – a projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) este ano. Agora, a estimativa passou de 4,03% para 4,01%, de acordo com o boletim Focus, uma publicação elaborada todas as semanas pelo Banco Central (BC) e divulgada às segundas-feiras.

Marcelo Camargo/ Agência Brasil


Reunião do Copom (Comitê de Política Monetária)

A projeção para a inflação este ano está abaixo do centro da meta que é 4,5%. A meta tem ainda limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2018, a estimativa subiu de 4,30% para 4,39%.
Leia mais

Instituições financeiras, consultadas pelo Banco Central (BC), esperam que a taxa básica de juros (Selic) seja reduzida em 1 ponto percentual, caindo para 11,25% ao ano, na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) marcada para amanhã (11) e quarta-feira (12), em Brasília.

Reprodução

A expectativa consta do boletim Focus, uma publicação elaborada todas as semanas pelo BC com base em projeções de analistas de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos. O Focus é divulgado às segundas-feiras. A projeção para a taxa ao final deste ano foi reduzida de 8,75% ao ano para 8,50% ao ano. Para o fim de 2018, a expectativa segue em 8,50% ao ano.
Leia mais

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) fechou março com uma taxa de inflação de 0,47%. Ela é superior ao registrado em fevereiro (0,31%), segundo dados divulgados hoje (3) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro.

Tânia Rêgo/Agência Brasil


Alimentos ficaram mais caros 0,71% em março, depois de uma queda de 0,16% em fevereiro

Os alimentos, que haviam tido uma deflação (queda de preços) de 0,16% em fevereiro, acusaram uma inflação de 0,71% em março. Entre os principais responsáveis por essa alta de preços estão as hortaliças e legumes com uma inflação de 5,45% em março.
Leia mais

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) caiu em seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) entre a terceira e a última semana de fevereiro. A única capital com alta na taxa foi Salvador: 0,09 ponto percentual, ao subir de 0,55% na terceira semana para 0,64% na última semana.

Reprodução

Entre as capitais com queda na taxa, o maior recuo foi observado no Recife (0,25 ponto percentual, ao passar de 0,44% para 0,19%). Também foram observadas quedas acima da média nacional (de 0,09 ponto percentual) em Brasília (0,19 ponto percentual, ao passar de 0,35% para 0,16%), Belo Horizonte (0,19 ponto percentual, ao passar de 0,41% para 0,22%) e São Paulo (0,15 ponto percentual, ao passar de 0,37% para 0,22%).
Leia mais

O mercado financeiro reduziu pela quinta semana seguida a projeção para a inflação, este ano. Desta vez, a estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) caiu de 4,70% para 4,64%. As estimativas fazem parte do boletim Focus, uma publicação semanal elaborada, todas as semanas, pelo Banco Central (BC), com base em projeções de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos.

Marcello Casal Jr/Agência Brasil


A projeção para a inflação este ano está bem próxima do centro da meta de inflação, que é 4,5%. Para 2018, a estimativa para o IPCA segue em 4,5%

A projeção para a inflação este ano está bem próxima do centro da meta de inflação, que é 4,5%. Para 2018, a estimativa para o IPCA segue em 4,5%.
Leia mais

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) na cidade de São Paulo, desacelerou para 0,58% na terceira quadrissemana de janeiro, ante o resultado anterior, de 0,69%, na segunda quadrissemana do mês.

Marcelo Camargo/ABr

Entre os itens que contribuíram para a desaceleração está habitação, que passou de e 0,71% na segunda quadrissemana para 0,39% na terceira quadrissemana deste mês. Despesas pessoais variaram de 0,46% para 0,26% e transportes passaram de 0,69% para 0,60%. Vestuário variou de 0,67% para –0,22.
Leia mais

O anúncio de que a inflação de 2016 se manteve abaixo do teto da meta e da redução, pelo Banco Central, da taxa Selic, de 13,75% para 13% ao ano, gerou certo alívio para os consumidores, que têm reclamado nos últimos meses da alta dos preços e da dificuldade de acesso ao crédito. No entanto, os reflexos das medidas econômicas no dia a dia das pessoas ainda devem levar um tempo para aparecer, segundo especialistas.

Tânia Rêgo/Agência Brasil/EBC

Em relação à queda da inflação, por exemplo, os consumidores afirmam que ainda não sentiram mudança expressiva nos preços. “Não teve diferença, os preços continuam altos, principalmente nos supermercados”, disse a aposentada Silvana Souza. O entregador Adonias Alves também ainda não notou diferença nos preços. “Para mim, aumentaram muito. Eu vou no mercado com o mesmo valor que ia antigamente e não consigo comprar tudo, está tudo bem mais caro”, comparou.
Leia mais