Arquivos de Lula

Após os pro­cu­ra­do­res da Ope­ra­ção La­va Ja­to pe­di­rem pe­la pro­gres­são de pe­na do ex-​presidente Lu­la, que es­tá pre­so em Cu­ri­ti­ba des­de abril de 2018, o ad­vo­ga­do Cris­ti­a­no Za­nin, que de­fen­de a cau­sa pe­tis­ta, se pro­nun­ci­ou con­trá­rio a saí­da de Lu­la da ca­deia pa­ra pri­são do­mi­ci­li­ar. Os pe­tis­tas se­guem con­fi­an­te de que Lu­la re­ce­be­rá um ha­be­as cor­pus ain­da nes­te ano. Mas mes­mo que não quei­ra, Lu­la po­de ser obri­ga­do a dei­xar a se­de da Po­lí­cia Fe­de­ral (PF) pa­ra cum­prir pe­na em ca­sa.

Pau­lo Lopes/​Futura Press/​Estadão Con­teú­do


Lula está preso na sede da PF em Curitiba desde abril de 2018

O Con­gres­so em Fo­co ha­via con­ver­sa­do com a pre­si­den­te do Par­ti­do dos Tra­ba­lha­do­res (PT), Glei­si Hoff­mann, na úl­ti­ma terça-​feira (24), três di­as an­tes do pe­di­do dos pro­cu­ra­do­res vir à to­na, e na oca­sião, a par­la­men­tar dis­se acre­di­tar que o jul­ga­men­to do pe­di­do de ha­be­as cor­pus do ex-​presidente de­ve acon­te­cer no Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) até no­vem­bro e se dis­se con­fi­an­te de que Lu­la sai­rá vi­to­ri­o­so.
Leia mais

A Quin­ta Tur­ma do Su­pe­ri­or Tri­bu­nal de Jus­ti­ça (STJ) de­ci­diu, em jul­ga­men­to na tar­de des­ta terça-​feira (13), re­du­zir a pe­na do ex-​presidente Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va em sua con­de­na­ção no pro­ces­so do trí­plex do Gua­ru­já (SP) pa­ra 8 anos, 10 me­ses e 20 di­as. A de­ci­são foi to­ma­da por una­ni­mi­da­de, com 4 vo­tos a 0. A pe­na an­te­ri­or de Lu­la, que ha­via si­do fi­xa­da pe­lo Tri­bu­nal Re­gi­o­nal Fe­de­ral da 4ª Re­gião (TRF-​4), era de 12 anos e 1 mês.

Reprodução/​STJ


Lula é julgado pela quinta turma do STJ

A de­ci­são abre a pos­si­bi­li­da­de de que o ex-​presidente pro­gri­da pa­ra o re­gi­me se­mi­a­ber­to no fi­nal de se­tem­bro des­te ano. Is­so por­que ele te­rá cum­pri­do um sex­to da no­va pe­na, o que equi­va­le­rá a 1 ano, 5 me­ses e 25 di­as des­de abril de 2018, quan­do foi pre­so. Ou­tros dis­po­si­ti­vos, co­mo a re­du­ção de pe­na pe­la lei­tu­ra, po­dem en­cur­tar ain­da mais es­te pra­zo.

O que po­de in­vi­a­bi­li­zar es­se pa­no­ra­ma, no en­tan­to, é a even­tu­al con­fir­ma­ção, no TRF-​4, da con­de­na­ção de Lu­la em ou­tro pro­ces­so, o do sí­tio de Ati­baia. Em maio des­te ano, Lu­la foi con­de­na­do a mais 12 anos e 11 me­ses de pri­são pe­la juí­za Ga­bri­e­la Hardt, da Jus­ti­ça Fe­de­ral do Pa­ra­ná. Se a pe­na for man­ti­da ou am­pli­a­da, o tem­po ne­ces­sá­rio pa­ra vol­tar ao re­gi­me se­mi­a­ber­to vol­ta a au­men­tar.
Leia mais

A juí­za Ga­bri­e­la Hardt, subs­ti­tu­ta do ago­ra mi­nis­tro Sér­gio Mo­ro em pro­ces­sos da Ope­ra­ção La­va Ja­to, con­de­nou nes­ta quarta-​feira (6) o ex-​presidente Lu­la a 12 anos e 11 me­ses pe­los cri­mes de cor­rup­ção e la­va­gem de di­nhei­ro. O pro­ces­so é re­fe­ren­te à sus­pei­ta de pa­ga­men­to de pro­pi­na ao ex-​presidente, ope­ra­do por meio de em­pre­sas en­vol­vi­das no pe­tro­lão, com o ob­je­ti­vo de re­for­mar um sí­tio de que a fa­mí­lia Lu­la des­fru­ta­va em Ati­baia (SP).

EBC


Lula já tem duas condenações na Lava Jato e responde a outros processos na Justiça

Trata-​se da se­gun­da sen­ten­ça a con­de­nar Lu­la na La­va Ja­to em Cu­ri­ti­ba (PR). Ou­tras do­ze pes­so­as de­nun­ci­a­das no pro­ces­so fo­ram al­vo de sen­ten­ça, da qual ca­be re­cur­so. Os ad­vo­ga­dos de Lu­la vão re­cor­rer da sen­ten­ça (ve­ja no­ta abai­xo).

Pre­so em Cu­ri­ti­ba des­de abril de 2018, Lu­la cum­pre a pe­na de 12 anos e 1 mês im­pos­ta em se­gun­da ins­tân­cia pe­lo Tri­bu­nal Re­gi­o­nal Fe­de­ral da 4ª Re­gião (TRF-​4), no ca­so do trí­plex do Gua­ru­já. Na pri­mei­ra ins­tân­cia, Mo­ro con­de­nou o pe­tis­ta a 9 anos de pri­são, mas o tri­bu­nal au­men­tou a pe­na.
Leia mais

O de­sem­bar­ga­dor de plan­tão do Tri­bu­nal Re­gi­o­nal Fe­de­ral da 4ª Re­gião (TRF-​4), Le­an­dro Paul­sen, ne­gou no iní­cio des­ta ma­nhã (30) ha­be­as cor­pus ao ex-​presidente Lu­la pa­ra com­pa­re­cer ao ve­ló­rio de seu ir­mão, Ge­ni­val Iná­cio da Sil­va, o Va­vá. Paul­sen con­fir­mou a de­ci­são da juí­za Ca­ro­li­na Leb­bos, da Va­ra de Exe­cu­ções Pe­nais de Cu­ri­ti­ba, que ve­tou a saí­da de Lu­la pa­ra o ve­ló­rio, em São Pau­lo.

Pau­lo Lopes/​Futura Press/​Estadão Con­teú­do


Presidente queria ir a velório do irmão, morto aos 79 anos em decorrência de um câncer

Em no­ta o PT cri­ti­cou a po­si­ção da Jus­ti­ça e da Po­lí­cia Fe­de­ral. “Nem mes­mo du­ran­te a Di­ta­du­ra – quan­do Lu­la foi pre­so po­lí­ti­co – ele foi im­pe­di­do de tal di­rei­to e ve­lou sua mãe, Do­na Lin­du”, diz o par­ti­do. Os pe­tis­tas tam­bém cri­ti­ca­ram o mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Sér­gio Mo­ro, res­pon­sá­vel co­mo juiz pe­la con­de­na­ção do ex-​presidente.
Leia mais

Em uma men­sa­gem de Na­tal di­re­ci­o­na­da aos mi­li­tan­tes do PT que fa­zem vi­gí­lia em fren­te à se­de da Po­lí­cia Fe­de­ral em Cu­ri­ti­ba, o ex-​presidente Lu­la afir­mou que a mi­li­tân­cia não de­ve se im­pres­si­o­nar com “va­len­tões”. “Si­ga­mos for­tes. O ódio po­de es­tar na mo­da, mas não te­mam nem se im­pres­si­o­nem com es­sas pes­so­as po­san­do de va­len­tões”, dis­se. “O tem­po de­les vai pas­sar”, fi­na­li­zou.

Mar­ce­lo Camargo/​Agência Bra­sil


Lula está preso desde 7 de abril, em Curitiba, após ter sido condenado em 2ª Instância

A car­ta es­cri­ta por Lu­la foi li­da pe­lo ex-​prefeito de São Ber­nar­do do Cam­po Luiz Ma­ri­nho (PT-​SP) na noi­te de Na­tal, nes­ta terça-​feira (24). Cer­ca de 300 ma­ni­fes­tan­tes par­ti­ci­pa­vam da vi­gí­lia or­ga­ni­za­da pe­lo acam­pa­men­to “Lu­la Li­vre”, que con­tou com ceia de na­tal e can­to co­ral do clás­si­co “Noi­te Fe­liz”.
Leia mais

Re­la­tor da Ope­ra­ção La­va Ja­to no Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF), o mi­nis­tro Ed­son Fa­chin li­be­rou pa­ra jul­ga­men­to nes­ta terça-​feira (27) mais um pe­di­do de li­ber­da­de apre­sen­ta­do pe­la de­fe­sa do ex-​presidente Lu­la, pre­so des­de 7 de abril em Cu­ri­ti­ba (PR) e con­de­na­do por cor­rup­ção e la­va­gem de di­nhei­ro. O ca­so se­rá ana­li­sa­do pe­la Se­gun­da Tur­ma do STF e po­de ter de­ci­são anun­ci­a­da já no pró­xi­mo mês, an­tes do re­ces­so do Ju­di­ciá­rio a ser ini­ci­a­do em 20 de de­zem­bro, mas o pró­prio Fa­chin já jul­ga­men­to já na pró­xi­ma terça-​feira (4).

STF


Relator da Lava Jato, Fachin deu voto favorável a Lula quando do julgamento sobre direitos políticos do petista no TSE

Na ar­gu­men­ta­ção, a de­fe­sa de Lu­la ale­ga a par­ci­a­li­da­de do juiz fe­de­ral Sér­gio Mo­ro, res­pon­sá­vel pe­la La­va Ja­to em Cu­ri­ti­ba até 19 de no­vem­bro, quan­do dei­xou de ser ma­gis­tra­do pa­ra as­su­mir o Mi­nis­té­rio da Jus­ti­ça no go­ver­no Jair Bol­so­na­ro (PSL). Se­gun­do os ad­vo­ga­dos do pe­tis­ta, a sus­pei­ção re­si­de no pró­prio fa­to de que Mo­ro in­te­gra­rá a ges­tão do ad­ver­sá­rio do PT na elei­ções pre­si­den­ci­ais des­te ano (leia mais abai­xo).
Leia mais

O ex-​presidente Lu­la foi ab­sol­vi­do, nes­ta quinta-​feira (12), pe­lo juiz Ri­car­do Au­gus­to So­a­res Lei­te, da 10ª Va­ra Fe­de­ral Cri­mi­nal do Dis­tri­to Fe­de­ral, da acu­sa­ção de obs­tru­ção à Jus­ti­ça na La­va Ja­to. O ex-​presidente pe­tis­ta era acu­sa­do de um su­pos­to es­que­ma pa­ra com­prar o si­lên­cio do ex-​diretor da Pe­tro­bras, Nes­tor Cer­ve­ró.

Ri­car­do Stuckert/​Instituto Lu­la


Este foi o primeiro processo no qual Lula virou réu. Ele os outros seis acusados foram absolvidos pelo juiz Ricardo Leite

Além de Lu­la, tam­bém fo­ram ab­sol­vi­dos o ex-​senador Del­cí­dio do Ama­ral, o ex-​chefe de ga­bi­ne­te de Del­cí­dio, Di­o­go Fer­rei­ra, o ban­quei­ro An­dré Es­te­ves, o ex-​advogado de Cer­ve­ró, Ed­son Si­quei­ra, o pe­cu­a­ris­ta e ami­go de Lu­la, Jo­sé Car­los Bum­lai e o fi­lho de­le, Mau­rí­cio Bum­lai. To­dos eram réus no mes­mo pro­ces­so.

O juiz Ri­car­do Lei­te en­ten­deu que áu­dio gra­va­do pe­lo fi­lho de Nes­tor Cer­ve­ró — e que le­vou Del­cí­dio pa­ra a ca­deia —, não era uma pro­va vá­li­da pa­ra con­de­nar os réus. Pa­ra o ma­gis­tra­do, hou­ve “cla­ra in­ten­ção” de pre­pa­rar o fla­gran­te e que o áu­dio cap­ta­do era de­fi­ci­en­te em for­ne­cer es­cla­re­ci­men­tos.
Leia mais

A mi­nis­tra Lau­ri­ta Vaz, pre­si­den­te do Su­pe­ri­or Tri­bu­nal de Jus­ti­ça (STJ), in­de­fe­riu ha­be­as cor­pus con­tra de­ci­são do pre­si­den­te do Tri­bu­nal Re­gi­o­nal Fe­de­ral da 4ª Re­gião (TRF-​4) que ne­gou pe­di­do de li­ber­da­de ao ex-​presidente Lu­la (PT) no úl­ti­mo fim de se­ma­na.

Sér­gio Ama­ral


Ministra Laurita Vaz negou recurso impetrado por advogado de São Paulo

A de­ci­são foi to­ma­da em re­cur­so apre­sen­ta­do por um ad­vo­ga­do de São Pau­lo que não in­te­gra a de­fe­sa de Lu­la. Se­gun­do o STJ, o tri­bu­nal re­ce­beu ou­tros 145 ha­be­as cor­pus en­vi­a­dos por pes­so­as que não fa­zem par­te da de­fe­sa do pe­tis­ta.

Pa­ra Lau­ri­ta Vaz, a de­ci­são do de­sem­bar­ga­dor Ro­gé­rio Fa­vret­to, plan­to­nis­ta do TRF4 que con­ce­deu a or­dem de li­ber­da­de a Lu­la no do­min­go (8) com ba­se em su­pos­to fa­to no­vo (o fa­to de o ex-​presidente ser pré-​candidato) mos­tra “fla­gran­te des­res­pei­to” a de­ci­sões já to­ma­das so­bre o ca­so em tri­bu­nais co­le­gi­a­dos.
Leia mais

O Tri­bu­nal Re­gi­o­nal Fe­de­ral da 4ª Re­gião (TRF-​4) apon­tou nes­ta sexta-​feira (22) a ad­mis­si­bi­li­da­de de um re­cur­so apre­sen­ta­do ao Su­pe­ri­or Tri­bu­nal de Jus­ti­ça (STJ) pe­la de­fe­sa do ex-​presidente Lu­la con­tra a con­de­na­ção a mais de 12 anos de ca­deia no ca­so do trí­plex do Gua­ru­já (SP). Is­so quer di­zer que a de­man­da de Lu­la con­ti­nua sob aná­li­se no STJ, pa­ra pos­te­ri­or exa­me co­le­gi­a­do. Por ou­tro la­do, o TRF-​4 re­jei­tou pe­di­do de re­cur­so ex­tra­or­di­ná­rio do pe­tis­ta pa­ra que o ca­so fos­se jul­ga­do no Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF). Os ad­vo­ga­dos de Lu­la tam­bém po­dem re­cor­rer des­sa de­ci­são, e já avi­sa­ram que o fa­rão por meio de no­ta as­si­na­da por Cris­ti­a­no Za­nin Mar­tins (ín­te­gra abai­xo).

Agên­cia Bra­sil


Fachin apontou “The Mona Lisa” para suspender análise do caso Lula

Di­an­te da de­ci­são, for­ma­li­za­da pe­la de­sem­bar­ga­do­ra Ma­ria de Fá­ti­ma Frei­tas La­bar­rè­re, o re­la­tor da Ope­ra­ção La­va Ja­to no STF, Ed­son Fa­chin, sus­pen­deu a aná­li­se, que es­ta­va mar­ca­da pa­ra a pró­xi­ma terça-​feira (26), do pe­di­do de efei­to sus­pen­si­vo apre­sen­ta­do por Lu­la con­tra a an­te­ci­pa­ção de exe­cu­ção da sen­ten­ça. O ex-​presidente, que foi pre­so em 7 de abril após sen­ten­ci­a­do em se­gun­da ins­tân­cia, quer re­cor­rer em li­ber­da­de até que se­jam es­go­ta­das to­das as pos­si­bi­li­da­des em ins­tân­ci­as re­cur­sais.
Leia mais

Ar­ro­la­do co­mo tes­te­mu­nha de de­fe­sa do ex-​presidente Lu­la, o tam­bém ex-​presidente Fer­nan­do Hen­ri­que Car­do­so (PSDB) pres­tou de­poi­men­to nes­ta segunda-​feira (11) ao juiz Sér­gio Mo­ro, res­pon­sá­vel pe­la Ope­ra­ção La­va Ja­to em Cu­ri­ti­ba (PR), e fa­lou por cer­ca de meia ho­ra ao ma­gis­tra­do (ve­ja a ín­te­gra abai­xo, em ví­deo). O tu­ca­no fa­lou so­bre re­for­mas de um sí­tio em Ati­baia, in­te­ri­or de São Pau­lo, que te­ri­am si­do fei­tas a tí­tu­lo de pro­pi­na ao pe­tis­ta pa­ra que ele be­ne­fi­ci­as­se em­prei­tei­ras na Pe­tro­bras.

Agên­cia Bra­sil


FHC prestou solidariedade a Lula por ocasião da morte de Dona Marisa Letícia, em fevereiro de 2017

Ao ser per­gun­ta­do so­bre se já te­ve imó­vel re­for­ma­do por em­pre­sas que lhe con­tra­ta­ram pa­ra pa­les­tras, FHC dis­se que is­so ja­mais ocor­reu. Mas, quan­do men­ci­o­nou as re­la­ções en­tre o po­der pre­si­den­ci­al e au­tar­qui­as e es­ta­tais, de­cla­rou que pre­si­den­tes não têm co­mo sa­ber de tu­do o que se pas­sa em sua ges­tão, prin­ci­pal li­nha de de­fe­sa de Lu­la.
Leia mais