Arquivos de Vaza Jato

Re­ve­la­da na noi­te da úl­ti­ma quarta-​feira (11) pe­lo jor­na­lis­ta Rei­nal­do Aze­ve­do, uma men­sa­gem do apli­ca­ti­vo Te­le­gram ob­ti­da pe­lo si­te The In­ter­cept su­ge­re que a força-​tarefa da ope­ra­ção La­va Ja­to con­ta­va com apoio do mi­nis­tro Luiz Fux, do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF). Em abril de 2016, se­gun­do o va­za­men­to, o pro­cu­ra­dor fe­de­ral Del­tan Dal­lag­nol, co­or­de­na­dor da La­va Ja­to no Pa­ra­ná, con­tou ao en­tão juiz fe­de­ral Sér­gio Mo­ro (ho­je mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca) ter en­con­tra­do Fux e que o ma­gis­tra­do dis­se pa­ra “con­tar­mos [a força-​tarefa da La­va Ja­to] com ele pa­ra o que pre­ci­sar­mos, mais uma vez”. Mo­ro, en­tão, res­pon­deu: “In Fux we trust” (con­fi­a­mos em Fux, em in­glês).

Mar­ce­lo Camargo/​Agência Bra­sil


Fux apareceu pela primeira vez nos vazamentos do site The Intercept sobre a Lava Jato

O re­ca­do faz par­te do ma­te­ri­al que o In­ter­cept di­vul­ga des­de o úl­ti­mo do­min­go (9) e que su­ge­re que Mo­ro de­ba­tia es­tra­té­gi­as com Dal­lag­nol e che­ga­va a ori­en­tar de­ci­sões dos in­ves­ti­ga­do­res. Mi­nis­tro e pro­cu­ra­dor afir­mam que ti­ve­ram os ce­lu­la­res in­va­di­dos por um hac­ker e ne­gam que os va­za­men­tos in­di­quem con­luio en­tre as par­tes, mas não con­tes­ta­ram a ve­ra­ci­da­de do con­teú­do di­vul­ga­do.

A men­sa­gem re­ve­la­da na úl­ti­ma quar­ta foi en­vi­a­da por Dal­lag­nol a pro­cu­ra­do­res em um gru­po de dis­cus­são do Te­le­gram, no dia 22 de abril de 2016, e re­pas­sa­da a Mo­ro no mes­mo dia. A con­ver­sa ocor­reu pou­co mais de um mês após Mo­ro ter re­ti­ra­do o si­gi­lo de de­ze­nas de áu­di­os de li­ga­ções do ex-​presidente Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va, um epi­só­dio que agra­vou a cri­se em tor­no da en­tão pre­si­den­te Dil­ma Rous­seff.
Leia mais

A fren­te de par­ti­dos de opo­si­ção re­sol­veu, nes­ta terça-​feira (11), pe­dir a cri­a­ção de uma CPI mis­ta, for­ma­da por de­pu­ta­dos e se­na­do­res, pa­ra in­ves­ti­gar a re­la­ção en­tre pro­cu­ra­do­res da força-​tarefa da La­va Ja­to e juí­zes que atu­a­ram na ope­ra­ção, co­mo o atu­al mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Ser­gio Mo­ro. O pe­di­do te­rá co­mo ba­se re­por­ta­gens pu­bli­ca­das pe­lo si­te The In­ter­cept que su­ge­rem que Mo­ro ori­en­tou pro­cu­ra­do­res nas in­ves­ti­ga­ções. O en­con­tro, re­a­li­za­do na Câ­ma­ra, reu­niu pre­si­den­tes e lí­de­res de par­ti­dos co­mo PT, Psol, PC­doB, PSB, PDT e Re­de.

Jor­ge Araújo/​Folhapress


O procurador Deltan Dallagnol e o ex-juiz federal Sergio Moro

“Os par­ti­dos se con­ven­ce­ram que não há ra­zão pa­ra es­pe­rar. Pro­po­mos uma in­ves­ti­ga­ção, não uma CPI com pro­pó­si­to de fa­zer con­clu­sões pré­vi­as”, dis­se ao Con­gres­so em Fo­co o pre­si­den­te do Psol, Ju­li­a­no Me­dei­ros. Jun­tas, as ban­ca­das de es­quer­da e centro-​esquerda reú­nem cer­ca de 130 de­pu­ta­dos.

Pa­ra se cri­ar uma CPI mis­ta, é ne­ces­sá­rio o apoio de pe­lo me­nos 171 de­pu­ta­dos e 27 se­na­do­res, ou se­ja, um ter­ço dos in­te­gran­tes de ca­da Ca­sa. O re­que­ri­men­to pa­ra as in­ves­ti­ga­ções se­rá en­ca­be­ça­do pe­lo PDT e pe­lo PSB.
Leia mais

A Co­mis­são de Cons­ti­tui­ção de Jus­ti­ça (CCJ) do Se­na­do mar­cou pa­ra o dia 19 de ju­nho, às 9h, uma au­di­ên­cia com o mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Sér­gio Mo­ro, pa­ra fa­lar so­bre o va­za­men­to de men­sa­gens que su­ge­rem in­ter­fe­rên­cia jun­to à força-​tarefa da ope­ra­ção La­va Ja­to à épo­ca em que o mi­nis­tro era o juiz fe­de­ral que con­du­zia a ope­ra­ção.

Edil­son Rodrigues/​Agência Se­na­do


Moro já foi ao Senado falar sobre o pactoe anticrime

O co­mu­ni­ca­do foi fei­to pe­lo pre­si­den­te do Se­na­do, Da­vi Al­co­lum­bre (DEM-​AP), na tar­de des­ta ter­ça (11), du­ran­te ses­são con­jun­ta do ple­ná­rio do Con­gres­so. A de­pu­ta­dos e se­na­do­res, Al­co­lum­bre leu uma car­ta do lí­der do go­ver­no no Se­na­do, Fer­nan­do Be­zer­ra (MDB-​PE), que in­for­ma­va a dis­po­ni­bi­li­da­de pa­ra fa­lar à CCJ. A se­na­do­ra Si­mo­ne Te­bet (MDB-​MS), pre­si­den­te do co­le­gi­a­do, mar­cou a da­ta da reu­nião.

Be­zer­ra afir­mou, no do­cu­men­to, es­tar cer­to de que “es­ta se­rá uma opor­tu­ni­da­de pa­ra que ele [Mo­ro] de­mons­tre sua li­su­ra e cor­re­ção co­mo juiz fe­de­ral, re­fu­tan­do as crí­ti­cas e ila­ções a res­pei­to de sua con­du­ta à fren­te da Ope­ra­ção La­va Ja­to”.
Leia mais

O lí­der do PT na Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos, Pau­lo Pi­men­ta (RS), e a lí­der da mi­no­ria na Ca­sa, Jan­di­ra Fegha­li (PCdoB-​RJ), afir­ma­ram nes­ta segunda-​feira (10) que os par­ti­dos de opo­si­ção pre­ten­dem obs­truir to­das as vo­ta­ções no ple­ná­rio e só re­cu­a­rá des­sa pos­tu­ra se o mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Sér­gio Mo­ro, for afas­ta­do do car­go.

Lu­la Mar­ques


Paulo Pimenta (PT) e Jandira Feghali (PCdoB) prometem obstrução após vazamento de mensagens de Moro

Os par­la­men­ta­res, que ve­em “ati­tu­des cri­mi­no­sas” em men­sa­gens tro­ca­das pe­lo en­tão juiz fe­de­ral com o pro­cu­ra­dor Del­tan Dal­lag­nol du­ran­te in­ves­ti­ga­ções da ope­ra­ção La­va Ja­to, afir­mam que a me­di­da va­le­rá in­clu­si­ve pa­ra te­mas co­mo a re­for­ma da Pre­vi­dên­cia, cu­jo pa­re­cer na co­mis­são de­ve ser apre­sen­ta­do nes­ta quinta-​feira (13) pe­lo re­la­tor do tex­to, Sa­mu­el Mo­rei­ra (PSDB-​SP).

“São ati­tu­des cri­mi­no­sas di­an­te da lei bra­si­lei­ra, há cla­ro fe­ri­men­to da im­par­ci­a­li­da­de, há pro­mis­cui­da­de en­tre po­de­res e is­so pre­ci­sa ser in­ves­ti­ga­do e de­ve le­var ao afas­ta­men­to do mi­nis­tro Mo­ro”, co­brou Fegha­li. Pe­di­dos de con­vo­ca­ção do mi­nis­tro e a cri­a­ção de uma Co­mis­são Par­la­men­tar de Inqué­ri­to (CPI) es­tão sen­do ar­ti­cu­la­das no Con­gres­so.
Leia mais

Mem­bros do Con­se­lho Na­ci­o­nal do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co (CNMP) pe­di­ram nes­ta segunda-​feira (10) que a cor­re­ge­do­ria da ins­ti­tui­ção in­ves­ti­gue o pro­cu­ra­dor Del­tan Dal­lag­nol, co­or­de­na­dor da força-​tarefa da ope­ra­ção La­va Ja­to no Pa­ra­ná. Pou­co an­tes das 15h, o CNMP in­for­mou que ain­da ana­li­sa­va o pe­di­do de in­ves­ti­ga­ção.

Jo­sé Cruz/​Agência Bra­sil


Conselheiros do CNMP defendem apuração contra Dallagnol

No me­mo­ran­do à cor­re­ge­do­ria, os con­se­lhei­ros não ci­tam Dal­lag­nol no­mi­nal­men­te, e sim “os fa­tos no­ti­ci­a­dos pe­lo “The In­ter­cept”. Uma das re­por­ta­gens pu­bli­ca­das pe­lo si­te, no úl­ti­mo do­min­go, mos­tra tro­cas de men­sa­gens que su­ge­rem que o pro­cu­ra­dor re­ce­beu ori­en­ta­ções do en­tão juiz fe­de­ral Sér­gio Mo­ro, ho­je mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, e de­ba­teu es­tra­té­gi­as com ele ao lon­go da La­va Ja­to.

Os con­se­lhei­ros do ór­gão de­fen­dem, no pe­di­do, que os fa­tos de­vem ser apu­ra­dos “ca­so fo­rem ve­rí­di­cas as men­sa­gens e cor­re­ta a im­pu­ta­ção de con­tex­to su­ge­ri­da na re­por­ta­gem, in­de­pen­den­te­men­te da du­vi­do­sa for­ma co­mo te­ri­am si­do ob­ti­das”, mas res­sal­tam que “não se for­ma ne­nhum juí­zo pré­vio de va­lor” so­bre Dal­lag­nol.
Leia mais

De­pu­ta­dos e se­na­do­res da ba­se do go­ver­no e do cha­ma­do Cen­trão - gru­po in­for­mal for­ma­do por DEM, PP, PR, PRB e So­li­da­ri­e­da­de - ten­tam vo­tar, nes­ta terça-​feira (11), o pro­je­to (PLN 4) que abre um cré­di­to ex­tra de R$ 248,9 bi­lhões à equi­pe econô­mi­ca do pre­si­den­te Jair Bol­so­na­ro, apor­te que o Pla­nal­to tra­ta co­mo fun­da­men­tal pa­ra man­ter o pa­ga­men­to de be­ne­fí­ci­os so­ci­ais.

Ro­que de Sá/​Agência Se­na­do


Sessão conjunta do Congresso na semana passada: deputados e senadores se reunião novamente nesta terça

Cos­tu­ra­do du­ran­te o úl­ti­mo fim de se­ma­na, um acor­do en­tre go­ver­nis­tas e os par­ti­dos de cen­tro de­ve fa­ci­li­tar a apro­va­ção do tex­to na Co­mis­são Mis­ta de Or­ça­men­to (CMO), que ana­li­sa a pro­pos­ta a par­tir das 11h. Se apro­va­do na CMO, po­rém, o pro­je­to ain­da te­rá de pas­sar pe­lo ple­ná­rio do Con­gres­so, em ses­são mar­ca­da pa­ra as 14h.

Nes­sa eta­pa, espera-​se re­sis­tên­cia fer­re­nha da opo­si­ção, que, nes­sa segunda-​feira (10) anun­ci­ou que fa­rá obs­tru­ção de vo­ta­ções im­por­tan­tes pa­ra pres­si­o­nar o mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Sér­gio Mo­ro, al­vo de va­za­men­tos de men­sa­gens que su­ge­rem que ele tro­ca­va ori­en­ta­ções e es­tra­té­gi­as com a força-​tarefa da La­va Ja­to na épo­ca em que era o juiz fe­de­ral que con­du­zia a ope­ra­ção.
Leia mais

Al­vos de va­za­men­tos de men­sa­gens re­ve­la­das pe­lo si­te The In­ter­cept no úl­ti­mo do­min­go (9), o mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Sér­gio Mo­ro, e a força-​tarefa da Ope­ra­ção La­va Ja­to afir­ma­ram, em no­tas en­vi­a­das à im­pren­sa, que são ví­ti­mas de in­va­são cri­mi­no­sa de seus ce­lu­la­res, por meio de hac­kers. As con­ver­sas pu­bli­ca­das su­ge­rem ori­en­ta­ções e tro­cas de es­tra­té­gi­as en­tre Mo­ro, juiz fe­de­ral que con­du­zia os pro­ces­sos da La­va Ja­to à épo­ca dos va­za­men­tos, e Dal­lag­nol, che­fe da força-​tarefa da ope­ra­ção no Pa­ra­ná.

Reprodução/​JFPR


Juristas avaliam que decisões no processo do tríplex do Guarujá podem ser questionadas

Exis­te a ava­li­a­ção de que réus já con­de­na­dos po­de­ri­am, a de­pen­der do ca­so, pe­dir a nu­li­da­de de pro­ces­sos ale­gan­do sus­pei­ção so­bre a atu­a­ção de Mo­ro. Ju­ris­tas con­sul­ta­dos pe­lo Con­gres­so em Fo­co ava­li­am que o ma­te­ri­al, pe­la for­ma co­mo foi co­le­ta­do, de­ve­rá ser con­si­de­ra­do uma pro­va ilí­ci­ta. Com is­so, não po­de­rá ser usa­do, even­tu­al­men­te, pa­ra pu­nir Mo­ro ou os pro­cu­ra­do­res, tan­to na es­fe­ra pe­nal co­mo na ad­mi­nis­tra­ti­va.

Os mes­mos cri­mi­na­lis­tas apon­tam, po­rém, que es­tas mes­mas pro­vas ilí­ci­tas po­dem ser usa­das pa­ra que a de­fe­sa do ex-​presidente Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va pos­sa pe­dir, por exem­plo, a anu­la­ção do pro­ces­so do trí­plex do Gua­ru­já, pe­lo qual o pe­tis­ta cum­pre pe­na.
Leia mais