Arquivos de Vaza Jato

O mi­nis­tro da Eco­no­mia, Pau­lo Gue­des, de­ve ser no­ti­fi­ca­do nes­ta segunda-​feira (08) pe­lo Tri­bu­nal de Con­tas da União, TCU, pa­ra pres­tar es­cla­re­ci­men­to so­bre a pos­sí­vel in­ves­ti­ga­ção em cur­so no Con­se­lho de Con­tro­le de Ati­vi­da­des Fi­nan­cei­ras, Co­af, con­tra o jor­na­lis­ta Glenn Gre­enwald, do si­te The In­ter­cept. A par­tir do mo­men­to em que for no­ti­fi­ca­do, Gue­des e o pre­si­den­te do Co­af, Ro­ber­to Le­o­nel de Oli­vei­ra Li­ma, te­rão 24 ho­ras pa­ra res­pon­der.

Carl de Souza/​AFP


Suposta investigação teria como motivação intimidar o jornalista, mediante perseguição e abuso de poder

A de­ci­são foi to­ma­da pe­lo mi­nis­tro do TCU Bru­no Dan­tas na úl­ti­ma sexta-​feira e lo­go re­per­cu­tiu na im­pren­sa. Po­rém, nes­se do­min­go (07), por meio de no­ta, o Mi­nis­té­rio da Eco­no­mia in­for­mou que Pau­lo Gue­des ain­da não ti­nha si­do ofi­ci­al­men­te co­mu­ni­ca­do da de­ci­são e dos pra­zos.
Leia mais

Pes­qui­sa Da­ta­fo­lha re­a­li­za­da en­tre os di­as 4 e 5 de ju­lho apon­ta que 58% dos en­tre­vis­ta­dos con­si­de­ram ina­de­qua­das as con­ver­sas en­tre o en­tão juiz da Ope­ra­ção La­va Ja­to em pri­mei­ra ins­tân­cia, Sér­gio Mo­ro, e os pro­cu­ra­do­res do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral em Cu­ri­ti­ba res­pon­sá­veis pe­la in­ves­ti­ga­ção. Ou­tros 31% apro­vam a con­du­ta do ago­ra mi­nis­tro da Jus­ti­ça e 11% não sou­be­ram ava­li­ar.

Cleia Viana/​Agência Câ­ma­ra


Moro e Capitão Augusto (esq.) no lançamento da frente parlamentar da segurança pública, em março

Os diá­lo­gos co­me­ça­ram a ser di­vul­ga­dos pe­lo si­te The In­ter­cept no dia 9 de ju­nho e co­lo­ca­ram em ques­tão a im­par­ci­a­li­da­de de Mo­ro en­quan­to ma­gis­tra­do. As re­por­ta­gens su­ge­rem que o mi­nis­tro atu­ou co­mo che­fe da acu­sa­ção, in­di­can­do ações e tes­te­mu­nhas pa­ra os pro­cu­ra­do­res do MPF. Sér­gio Mo­ro já com­pa­re­ceu à Câ­ma­ra e ao Se­na­do pa­ra ex­pli­car os diá­lo­gos que ti­nham por apli­ca­ti­vos de men­sa­gens ins­tan­tâ­ne­as com Del­tan Dal­lag­nol, co­or­de­na­dor da força-​tarefa da La­va Ja­to. O mi­nis­tro se de­fen­de le­van­tan­do a sus­pei­ta de que as men­sa­gens po­dem ter si­do adul­te­ra­das e for­ja­das, mas tam­bém afir­ma que não há ir­re­gu­la­ri­da­des na con­du­ta de­mons­tra­da pe­las re­por­ta­gens.
Leia mais

O de­pu­ta­do que en­tre­gou uma ré­pli­ca do tro­féu da Cham­pi­ons Le­a­gue ao mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Ser­gio Mo­ro, é cam­peão em pro­ces­sos no Con­gres­so. Em seu pri­mei­ro man­da­to fe­de­ral, Bo­ca Aber­ta (Pros-​PR) é al­vo de mais de 20 ações por cri­mes elei­to­rais, de in­jú­ria, ca­lú­nia e di­fa­ma­ção na Jus­ti­ça es­ta­du­al do Pa­ra­ná. De acor­do com le­van­ta­men­to ex­clu­si­vo fei­to pe­lo Con­gres­so em Fo­co, ne­nhum ou­tro par­la­men­tar no exer­cí­cio do man­da­to é al­vo de mais acu­sa­ções cri­mi­nais do que ele.

Reprodução/​TV Câ­ma­ra


Boca Aberta disse que pensava há mais de duas semanas em uma forma de homenagear Moro pelo combate à corrupção

O de­pu­ta­do de­mons­tra or­gu­lho com a quan­ti­da­de de ações na Jus­ti­ça. “Eu te­nho mais de 100 pro­ces­sos. Faz dez anos que de­nun­cio po­lí­ti­co sa­fa­do”, dis­se ele ao si­te. “É até uma hon­ra ter pro­ces­so as­sim, por­que nos dá for­ça pa­ra lu­tar”, de­cla­rou, res­sal­tan­do que não é al­vo de ne­nhu­ma acu­sa­ção por cor­rup­ção.

Bo­ca Aber­ta con­tou que ima­gi­na­va uma for­ma de ho­me­na­ge­ar o mi­nis­tro há mais de du­as se­ma­nas. “É o ho­mem da mais al­ta con­du­ta. Ti­nha que dar al­gum tro­féu a ele con­tra a cor­rup­ção. Fui atrás da ta­ça no ta­ma­nho da ori­gi­nal”, ex­pli­cou.
Leia mais

O mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Ser­gio Mo­ro, esquivou-​se de per­gun­ta fei­ta pe­la opo­si­ção so­bre uma even­tu­al de­vas­sa nas mo­vi­men­ta­ções fi­nan­cei­ras do jor­na­lis­ta Glenn Gre­enwald, edi­tor do In­ter­cept Bra­sil. Em au­di­ên­cia na Co­mis­são de Cons­ti­tui­ção e Jus­ti­ça (CCJ) da Câ­ma­ra, Mo­ro dis­se nes­ta terça-​feira (2) que não par­ti­ci­pa de in­ves­ti­ga­ções e que a per­gun­ta não de­ve­ria ser di­ri­gi­da a ele. Se­gun­do no­ta pu­bli­ca­da pe­lo si­te O An­ta­go­nis­ta, a Po­lí­cia Fe­de­ral, do Mi­nis­té­rio da Jus­ti­ça, pe­diu ao Con­se­lho de Con­tro­le de Ati­vi­da­des Fi­nan­cei­ras (Co­af), da pas­ta da Eco­no­mia, um re­la­tó­rio so­bre as ati­vi­da­des fi­nan­cei­ras do jor­na­lis­ta.

Vi­ni­cius Loures/​Agência Câ­ma­ra


Glenn Greenwald participou de audiência pública na Comissão de Direitos da Câmara semana passada

“O mi­nis­tro pre­ci­sa res­pon­der às per­gun­tas que es­tão sen­do fei­tas. Foi ques­ti­o­na­do aqui, di­ver­sas ve­zes, se a PF, se o Co­af es­tão in­ves­ti­gan­do o jor­na­lis­ta e o mi­nis­tro não res­pon­de”, pro­tes­tou o de­pu­ta­do Ze­ca Dir­ceu (PT-​PR). De acor­do com O An­ta­go­nis­ta, o ob­je­ti­vo da so­li­ci­ta­ção é “ve­ri­fi­car qual­quer mo­vi­men­ta­ção atí­pi­ca que pos­sa es­tar re­la­ci­o­na­da à in­va­são dos ce­lu­la­res de in­te­gran­tes da La­va Ja­to”. O Mi­nis­té­rio da Eco­no­mia diz não ter in­for­ma­ção so­bre a even­tu­al apu­ra­ção do ca­so pe­lo Co­af.
Leia mais

O The In­ter­cept Bra­sil tam­bém vai di­vul­gar tro­ca de áu­di­os atri­buí­dos ao mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Ser­gio Mo­ro, e ao co­or­de­na­dor da força-​tarefa da La­va Ja­to, pro­cu­ra­dor Del­tan Dal­lag­nol. A in­for­ma­ção foi da­da pe­lo edi­tor do si­te, o jor­na­lis­ta norte-​americano Glenn Gre­enwald, que par­ti­ci­pou de au­di­ên­cia na Co­mis­são de Di­rei­tos Hu­ma­nos e Mi­no­ri­as da Câ­ma­ra nes­ta terça-​feira (25). Na oca­sião, ele ain­da as­se­gu­rou a ve­ra­ci­da­de das men­sa­gens e dis­se que gos­ta­ria de dis­cu­tir o as­sun­to “ca­ra a ca­ra” com o PSL.

Vi­ni­cius Loures/​Câmara dos De­pu­ta­dos


Glenn Greenwald participou de audiência na Comissão de Direitos Humanos e Minorias

“Va­mos sol­tar [áu­di­os] quan­do o ma­te­ri­al es­ti­ver pron­to jor­na­lis­ti­ca­men­te, com res­pon­sa­bi­li­da­de pa­ra pu­bli­car. E acho que vo­cê vai se ar­re­pen­der mui­to de ter pe­di­do is­so”, afir­mou Glenn Gre­enwald, em res­pos­ta à de­pu­ta­da fe­de­ral Car­la Zam­bel­li (PSL-​SP), que co­brou do jor­na­lis­ta a apre­sen­ta­ção de pro­vas em re­la­ção à ve­ra­ci­da­de das men­sa­gens que vêm sen­do di­vul­ga­das há cer­ca de du­as se­ma­nas pe­lo The In­ter­cept Bra­sil.
Leia mais

A de­fe­sa do ex-​presidente Lu­la pe­diu ao Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) nes­ta segunda-​feira (24) que re­con­si­de­re sua de­ci­são de in­ver­ter a pau­ta da Se­gun­da Tur­ma nes­ta terça-​feira (25). A pre­si­den­te da Tur­ma, Cár­men Lú­cia, re­ti­rou da pau­ta um ha­be­as cor­pus (HC) em que os ad­vo­ga­dos do ex-​presidente pe­dem que se­ja de­cla­ra­da a sus­pei­ção do en­tão juiz Ser­gio Mo­ro no jul­ga­men­to do ca­so do tri­plex no Gua­ru­já (SP). Na prá­ti­ca, a mu­dan­ça na or­dem de aná­li­se dos pro­ces­sos po­de em­pur­rar pa­ra agos­to a apre­ci­a­ção do pe­di­do do pe­tis­ta, já que a ses­são des­ta ter­ça de­ve ser a úl­ti­ma an­tes do re­ces­so de ju­lho do Ju­di­ciá­rio.

Mar­ce­lo Camargo/​Agência Bra­sil


Inversão de pauta pode resultar no adiamento de apreciação de habeas corpus do ex-presidente para agosto

No an­da­men­to do pro­ces­so, não foi pu­bli­ca­do o mo­ti­vo do adi­a­men­to, so­men­te a se­guin­te de­ci­são: “De or­dem, cer­ti­fi­ca­mos que o pro­ces­so foi re­ti­ra­do do ca­len­dá­rio de jul­ga­men­to do dia 25.6.2019”.

O pro­ces­so co­me­çou a ser jul­ga­do na Se­gun­da Tur­ma em de­zem­bro de 2018, quan­do o re­la­tor, mi­nis­tro Ed­son Fa­chin, e a mi­nis­tra Cár­men Lú­cia vo­ta­ram con­tra o pe­di­do de sus­pei­ção. O jul­ga­men­to foi sus­pen­so por um pe­di­do de vis­ta do mi­nis­tro Gil­mar Men­des, que de­vol­veu o HC pa­ra ser jul­ga­do nes­ta ter­ça. Com­põem o co­le­gi­a­do ain­da os mi­nis­tros Ri­car­do Lewan­dows­ki e Cel­so de Mel­lo.
Leia mais

Um con­jun­to de men­sa­gens re­ve­la­do nes­te do­min­go (23) pe­lo jor­nal Fo­lha de S. Pau­lo, em par­ce­ria com o si­te The In­ter­cept, in­di­ca que o ex-​juiz fe­de­ral Sér­gio Mo­ro, ho­je mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça, te­mia um con­fli­to com o Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) que le­vas­se a Cor­te a re­ti­rar pro­ces­sos da La­va Ja­to que es­ta­vam sob a tu­te­la de Mo­ro e do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral (MPF) no Pa­ra­ná.

Mar­ce­lo Camargo/​Agência Bra­sil


Moro temia embate com STF após divulgação de planilhas, indicam mensagens

O ca­so ocor­reu no dia 23 de mar­ço de 2016. Na vés­pe­ra, a Po­lí­cia Fe­de­ral (PF) ha­via ane­xa­do a um inqué­ri­to so­bre a em­prei­tei­ra Ode­bre­cht, cu­jo aces­so era pos­sí­vel pe­lo sis­te­ma de pro­ces­so ele­trô­ni­co da Jus­ti­ça Fe­de­ral do Pa­ra­ná, pla­ni­lhas com no­mes e co­di­no­mes de po­lí­ti­cos com man­da­to em an­da­men­to, ou se­ja, de­ten­to­res do cha­ma­do fo­ro pri­vi­le­gi­a­do no STF.
Leia mais

A procuradora-​geral da Re­pú­bli­ca, Ra­quel Dod­ge, en­ca­mi­nhou nes­ta sexta-​feira (21) uma ma­ni­fes­ta­ção ao Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) na qual pe­de pe­lo in­de­fe­ri­men­to do pe­di­do de anu­la­ção de ação pe­nal que con­de­nou o ex-​presidente Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va a 9 anos e seis me­ses de pri­são pe­los cri­mes de cor­rup­ção pas­si­va e la­va­gem de di­nhei­ro.

Mar­ce­lo Camargo/​Agência Bra­sil


Dodge: material do The Intercept não foi analisado e muito menos teve autenticidade confirmada

O no­vo pe­di­do da de­fe­sa do ex-​presidente ocor­re após a di­vul­ga­ção de su­pos­tas men­sa­gens di­vul­ga­das pe­lo si­te The In­ter­cept Bra­sil no dia 9 de ju­nho que ale­gam que o en­tão juiz fe­de­ral e atu­al Mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Sér­gio Mo­ro, te­ria se co­mu­ni­ca­do com o Pro­cu­ra­dor da Re­pú­bli­ca e co­or­de­na­dor da Ope­ra­ção La­va Ja­to em Cu­ri­ti­ba, Del­tan Dal­lag­nol, por men­sa­gens de tex­to.
Leia mais

Re­ve­la­da na noi­te da úl­ti­ma quarta-​feira (11) pe­lo jor­na­lis­ta Rei­nal­do Aze­ve­do, uma men­sa­gem do apli­ca­ti­vo Te­le­gram ob­ti­da pe­lo si­te The In­ter­cept su­ge­re que a força-​tarefa da ope­ra­ção La­va Ja­to con­ta­va com apoio do mi­nis­tro Luiz Fux, do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF). Em abril de 2016, se­gun­do o va­za­men­to, o pro­cu­ra­dor fe­de­ral Del­tan Dal­lag­nol, co­or­de­na­dor da La­va Ja­to no Pa­ra­ná, con­tou ao en­tão juiz fe­de­ral Sér­gio Mo­ro (ho­je mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca) ter en­con­tra­do Fux e que o ma­gis­tra­do dis­se pa­ra “con­tar­mos [a força-​tarefa da La­va Ja­to] com ele pa­ra o que pre­ci­sar­mos, mais uma vez”. Mo­ro, en­tão, res­pon­deu: “In Fux we trust” (con­fi­a­mos em Fux, em in­glês).

Mar­ce­lo Camargo/​Agência Bra­sil


Fux apareceu pela primeira vez nos vazamentos do site The Intercept sobre a Lava Jato

O re­ca­do faz par­te do ma­te­ri­al que o In­ter­cept di­vul­ga des­de o úl­ti­mo do­min­go (9) e que su­ge­re que Mo­ro de­ba­tia es­tra­té­gi­as com Dal­lag­nol e che­ga­va a ori­en­tar de­ci­sões dos in­ves­ti­ga­do­res. Mi­nis­tro e pro­cu­ra­dor afir­mam que ti­ve­ram os ce­lu­la­res in­va­di­dos por um hac­ker e ne­gam que os va­za­men­tos in­di­quem con­luio en­tre as par­tes, mas não con­tes­ta­ram a ve­ra­ci­da­de do con­teú­do di­vul­ga­do.

A men­sa­gem re­ve­la­da na úl­ti­ma quar­ta foi en­vi­a­da por Dal­lag­nol a pro­cu­ra­do­res em um gru­po de dis­cus­são do Te­le­gram, no dia 22 de abril de 2016, e re­pas­sa­da a Mo­ro no mes­mo dia. A con­ver­sa ocor­reu pou­co mais de um mês após Mo­ro ter re­ti­ra­do o si­gi­lo de de­ze­nas de áu­di­os de li­ga­ções do ex-​presidente Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va, um epi­só­dio que agra­vou a cri­se em tor­no da en­tão pre­si­den­te Dil­ma Rous­seff.
Leia mais

A fren­te de par­ti­dos de opo­si­ção re­sol­veu, nes­ta terça-​feira (11), pe­dir a cri­a­ção de uma CPI mis­ta, for­ma­da por de­pu­ta­dos e se­na­do­res, pa­ra in­ves­ti­gar a re­la­ção en­tre pro­cu­ra­do­res da força-​tarefa da La­va Ja­to e juí­zes que atu­a­ram na ope­ra­ção, co­mo o atu­al mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Ser­gio Mo­ro. O pe­di­do te­rá co­mo ba­se re­por­ta­gens pu­bli­ca­das pe­lo si­te The In­ter­cept que su­ge­rem que Mo­ro ori­en­tou pro­cu­ra­do­res nas in­ves­ti­ga­ções. O en­con­tro, re­a­li­za­do na Câ­ma­ra, reu­niu pre­si­den­tes e lí­de­res de par­ti­dos co­mo PT, Psol, PC­doB, PSB, PDT e Re­de.

Jor­ge Araújo/​Folhapress


O procurador Deltan Dallagnol e o ex-juiz federal Sergio Moro

“Os par­ti­dos se con­ven­ce­ram que não há ra­zão pa­ra es­pe­rar. Pro­po­mos uma in­ves­ti­ga­ção, não uma CPI com pro­pó­si­to de fa­zer con­clu­sões pré­vi­as”, dis­se ao Con­gres­so em Fo­co o pre­si­den­te do Psol, Ju­li­a­no Me­dei­ros. Jun­tas, as ban­ca­das de es­quer­da e centro-​esquerda reú­nem cer­ca de 130 de­pu­ta­dos.

Pa­ra se cri­ar uma CPI mis­ta, é ne­ces­sá­rio o apoio de pe­lo me­nos 171 de­pu­ta­dos e 27 se­na­do­res, ou se­ja, um ter­ço dos in­te­gran­tes de ca­da Ca­sa. O re­que­ri­men­to pa­ra as in­ves­ti­ga­ções se­rá en­ca­be­ça­do pe­lo PDT e pe­lo PSB.
Leia mais