A cidade de São Paulo registrou o primeiro teste positivo para coronavírus do Brasil. O caso está sob investigação conjunta do Mistério da Saúde e das secretarias estadual e municipal de São Paulo. Seguindo o Plano de Contingência Nacional, o Hospital Israelita Albert Einstein enviou a amostra para o laboratório de referência nacional, Instituto Adolfo Lutz, para contraprova.

Tyrone Siu/Agência Brasil

Segundo nota divulgada pelas autoridades de saúde, “o processo de validação dos resultados está em curso e o Ministério da Saúde divulgará o laudo final da investigação oportunamente. A pasta recomenda, portanto, cautela sobre quaisquer informações que não sejam as oficiais, uma vez que a investigação não está concluída”.

Segundo informações do Ministério da Saúde, o paciente é um homem de 61, morador da cidade de São Paulo, que este na região da Lombardia, norte da Itália, entre os dias 9 e 21 d fevereiro. Ele viajou sozinho e a trabalho.

Ao chegar ao Brasil, iniciou com sinais e sintomas compatíveis com a suspeita de doença pelo Coronavírus 2019 (COVID-19) – febre, tosse seca, dor de garganta e coriza. O paciente está bem, com sinais brandos e recebeu as orientações de precaução padrão.

As autoridades de saúde estão realizando a identificação dos contatos no domicílio, hospital e voo, com apoio da Anvisa junto à companhia aérea. Todas ações e medidas seguidas estão de acordo com os protocolos do Ministério da Saúde e da OMS e diariamente atualizações são informadas em coletivas e boletins epidemiológicos.

Fonte: Congresso em Foco

© Copyright 1993-2021 Sinterc - Todos os direitos reservados

Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Refeições Coletivas, Cozinhas Industriais, Restaurantes Industriais, Merenda Escolar Terceirizada, Cestas Básicas, e Comissarias da Região Norte e Oeste do Estado de São Paulo.

Sede

Rua Cussy Júnior, 11-63, Centro,Bauru/SP, CEP 17015-022